segunda-feira, 7 de maio de 2012

Do casamento - Como é que ainda ninguém pensou nisto?


Dada a conjuntura do país, eu proponho que se altere o discurso dos padres, nos casamentos!
Para mim, seria muito mais adequado ser:

Kátia Vanessa aceitas casar com o Rúben António:
Na saúde e na doença?
Na alegria e na tristeza?
No emprego e no desemprego?
Até que as dívidas ao banco vós levem a casa, o carro, as férias e vós separem?
Amén.

6 comentários:

MC- Maria Capaz disse...

Adorei aahahaha

C* disse...

Acho muitissimo muito bem!

Brilhos Encantados disse...

Olá,
PASSATEMPO no blog:

http://brilhosencantados.blogspot.pt/2012/05/passatempo.html

S* disse...

Faz todo o sentido.

Agnes disse...

Um bocado deprimente para o dia do casamento, mas sim, totalmente adequado aos dias que correm e mais vale estarmos preparados para o papel que vamos assinar, não é verdade? (surpresa e desafio para ti no meu blog!). Beijinhos!

Pérola disse...

O casamento está para alén das conjunturas, favoráveis ou em crise. Os votos Têm a ver com o compromisso, não com a situação financeira dos noivos, mas é só a minha opinião.

Flickr Images