quarta-feira, 2 de maio de 2012

Post puramente de gaja e sem interesse nenhum..


Ora bem, a minha pílula custa 5.60€, para um mês.
Hoje fui à farmácia e deram-me o genérico, por 1.25€. Mas calma, 1.25€  por uma embalagem que contém terapeutica para três meses, o que me dá cerca de 40 cêntimos por mês.

Contudo, acho altamente improvável que o príncipio activo esteja devidamente lá, por 40 cêntimos.
Eu sei que tenho que partir do princípio que é eficaz, mas fico ainda mais desconfiada quando profissionais da área nos confessam que receiam a impraticabilidade destes preços e que é 'quase impossível manter a qualidade, no que diz respeito a diferenças de preços tão grandes.. é porque deve falhar qualquer coisa' - já me disseram.
 
 
É que é difícil acreditar que um cêntimo e meio, por comprimido, pague os princípios activos adequados + trabalhadores + lucros da empresa. É quase impraticável, para não dizer praticamente impossível. 

A mim interessa-me pagar pouco, como é óbvio, mas também me interessa que a medicação seja eficáz.

Enfim, só espero que tomar isto ou pintarolas não seja a mesma coisa...

9 comentários:

C* disse...

40 cêntimos por mês?!?! isso paga o quê? nem pintarolas! Acho que nem o cartão da embalagem.
Eva, toma 2 ou 3 (os efeitos secundários da falta do principio activo são tramados).

C* disse...

Comentário de gaja sem interesse nenhum: O blusão da moça da foto é qualquer coisa! Porra, que é mesmo giro!

Eva Luna disse...

Olha que não tinha pensado nisso, 40 centimos não paga nem a caixa :)
Oh valha-me. :S

É giro! Eu ando à procura de um assim, mas ainda não encontrei aquele que idealizei :)

Raquel C disse...

Eu tomo diversos tipos de medicamentos devido a uma doença crónica, primeiro tomava os normais e depois começaram-me a dar genéricos alegando que era a mesma coisa e a preços mais baixos. Pois é...Também fiquei um pouco como tu, desconfiada, e muito pouco convencida do que me estavam a dizer. Mas mesmo assim experimentei, a verdade é que de parecido não tem nada, não me faziam efeito sequer e tive de mudar de medicação. Moral da história, é que prefiro pagar um pouco mais mas saber que é algo de qualidade. Experimenta e se realmente achares que isso não te faz bem ou melhor, não faz nada, muda!
Peace and Love, Raq. (http://raquelcorreia09.blogspot.com)

carolaine disse...

A diferença entre genérico e o oficial sente-me em alguns medicamentos, segundo os médicos que consultei. Eu tomava a pílula YAz que me custava uns 12 euros mensais, custava tanto. . ainda por cima fazia-me imensa queda de cabelo. Fui à médica pedir para trocar de pílula e ela receitou-me uma genérica, fui à farmácia preparada para pagar balúrdios (mesmo assim menores do que o preço da yez) quando a senhora me pede .. tchan tcharan 16 cêntimos. Sim leram bem, eu pedi à senhora para repetir, nem queria crer mas sim é verdade. Uma maravilha ! ainda por cima a minha irmã é enfermeira em Cascais e o centro de saúde tem dessas pílulas para dar e então ela traz-me a pílula gratuitamente (poupo 16 cêntimos por mês, assim na loucura). O certo é que é genérica mas o meu cabelo já cai muito menos, não ganhei peso, apetite continua a ser o mesmo (que já era muito) e não engravidei ainda , por isos deve funcionar e não deve ser só farinha com água em forma de comprimido

Eva Luna disse...

Raquel C, sem dúvida que também prefiro pagar mais um bocado e saber que é seguro e que faz efeito. Vou experimentar e como me sinto com ela, mas que não fico lá muito segura, não fico.
Beijinhos :)

Carolaine realmente era muito cara. Também tenho uma amiga a tomar essa, mas como já está habituada tem medo de mudar - palavras dela.
Mas agora 16? Dava-me uma síncope. Eu ia dizer á senhora que não devia estar bem da cabeça :)
Mas se sentes que é melhor então é óptimo ;)

Espero que sim, que a minha também resulte e que não seja só 'farinha com água' ahah :D

Miss S disse...

Não tenho nada contra os genéricos, mas pelo que aqui contas, também ficaria desconfiada. Com tamanha diferença de preços, será que a eficácia é a mesma?!

Maria Pitufa disse...

Pois eu sou daquelas que se o médico me diz para tomar o genérico eu tomo! Ele saberá melhor que eu! Quanto aos preços. As farmacêuticas nunca saem a perder...ou seja se custa 0,40€ das duas uma ou a produção é baratissima, e não te esqueças que leva a comparticipação do estado...ou então vai buscar o lucro a outros medicamentos. As farmacêuticas no fundo são como os bancos!! Nunca perdem!!

Eva Luna disse...

Miss S, eu cá tenho as minhas dúvidas.
Eu adoro o conceito de ter o mesmo produto e pagar menos, desde que tenha, efectivamente, o mesmo :) Coisa que não estou assim tão certa ;)

Maria Pitufa, nenhuma dúvida sobre os lucros astronómicos das farmácias, isso é um facto, seguramente nunca ficam a perder. Sou absolutamente a favor dos genéricos, só fiquei mais reticente pela conversa que tive com uma gestora/farmaceutica que me contou isto a título informal e que me deixou a pensar no assunto. Ainda por cima com a pílula, que me-do, mas resta confiar :)

Flickr Images