sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Como é que eu ainda não falei na Casa dos Segredos?

 
Primeiro porque eles são mais que as mães* e só para decorar os nomes é um problema.
Só sei que o Qi dos pequenos e das pequenas, todo somado, deve rondar ali pelos 300. Era cada barbaridade que saia daquelas boquinhas, que meu deus! Era cada uma pior do que a outra. Mas isso também sou eu, que sou uma bandida e uma maldizente, mas adiante.
O ponto alto da gala foi quando aquele pastor do feirante ( acho eu que foi ele ) abriu a boca para dizer: Boa noite Júlia! Primeira coisa que tem que dizer e espeta-se logo. Acho que sim rapaz, acho que sim..
Enfim, como ainda não decorei os nomes deles, para mim, ainda são: a tipa com as maminhas-bomba relógio, aquele tipo que tem lá a namorada e que diz que ainda na semana passada a traiu - e que me mete assim, como dizer, no-jo!, mas pronto, aquela pequenina que me parece um Pincher, aqueles cães pequeninos que ladram assim muito e de forma muito aguda, as gémeas sem sal and so on.
E se eu tivesse que fazer apostas para romances apostava no feirante e na Cátia Marisa, que assimcomáassim só se estragava uma casa.
 
 
*E só para provar que eu nunca minto, há dois pares de gémeos/as, por isso, são, literalmente, mais que as mães.

4 comentários:

Noa disse...

Sim foi lindo o moço a chamar Júlia à Teresa.

Pérola disse...

Estes programas existem para isto mesmo: podermos dizer mal e o que nos apetecer.
Os politicos agradecem as nossas distrações.

Penso que não vais ter o gostinho realizado porque a Cátia Márisa vai sair já domingo.
Também puseram-na de lado.
As pessoas têm lados mesmo lunares.

Beijinho

M.R disse...

Lol A parte em que o feirante chama a Teresa de Júlia foi mesmo a mais engraçada! Lol

S* disse...

O traidor mete asco.

Flickr Images