sábado, 30 de março de 2013

É desta que me chovem pedradas..


Se há coisa em que eu e o namorado temos visões diferentes é sobre a igreja.
Eu sei que este é um assunto muito sensível e que todos tem uma opinião muito própria, mas vou dizer o que acho, sob risco de me atirarem pedras, muitas pedras. Não quero ter razão, nem o que eu digo é verdade universal, trata-se apenas da minha opinião.

Se me perguntarem se tenho fé, eu digo que sim. Se me perguntarem se acredito na igreja, já não posso dizer o mesmo. A igreja é feita de homens, que falham, que erram, que deturpam os meus ideais de fé. Como é que eu posso seguir uma igreja que não defende o uso do preservativo? Será melhor disseminar em grande escala o HIV e outras doenças sexualmente contagiosas? I dont think so. Uma igreja que não olha com bons olhos os divorciados? Que fala nas mulheres como seres meramente reprodutores, cujo objectivo é servirem fielmente os maridos? Ouvi eu um padre dizer num casamento em pleno Séc. XXI. Really? Que é inflexível nas uniões de pessoas com o mesmo sexo? Uma igreja cujos seus representantes já violaram sei lá quantas crianças? São essas as pessoas que se acham no direito de nos condenar ou perdoar pelos nossos pecados? Uma igreja que não é a favor do aborto, nem em caso de violação? E a lista continua. Se eu me identifico com esta igreja? Não. Cresci numa família católica, fiz toda a dita formação católica e tudo mais, mas se eu me identifico, se dou a cara por esta instituição? Lamento, mas não posso.
Para mim Deus é uma coisa. Igreja é outra.

7 comentários:

→ Calipso disse...

mas é que nem podia concordar mais!

RCA disse...

Amen!

Anónimo disse...

olá, nada tendo a ver com este post, gostava de te perguntar de onde retiras as imagens do teu blog. É que adorei a selecção que tens e já procurei e nada. obrigado.

Dri disse...

percebo perfeitamente o teu ponto de vista! o importante é termos fé, há sempre opiniões muito diferentes sobre este assunto, mesmo até dentro da própria igreja, repara por exemplo no atual Papa, que tem uma postura tão diferente do anterior.

Geri disse...

Sou católica praticante e não fiquei nada chocada com o teu post. Bem pelo contrário!
Sou divorciada e sei que o meu Deus não me condena e quando vou à missa ao Domingo sinto que Deus me recebe sempre bem.
Há muito coisa com a qual também não concordo mas continuo a ter a minha Fé.

EscritaDela disse...

Acho difícil alguém não concordar com o que dizes porque de facto é mesmo verdade. Não há dúvida que Igreja é uma coisa e Deus e fé é outra muito diferente.

Miúda Pálida disse...

Concordo plenamente! Segui o blog, (:

Flickr Images