quarta-feira, 24 de abril de 2013

Reflexões parvas e cenas assim

Large

Eu tenho uma parte da minha personalidade muito parva e que a trocava, de bom grado, por dois tostões, se pudesse. Quando acontece alguma coisa com alguém, algum desentendimento, fico a remoer a situação até a resolver. É que não consigo avançar, fico ali a re-processar over and over as situações, como se adiantasse de alguma coisa. Às vezes durante dias se for preciso. 
O que eu não dava para dar, efectivamente, a importância que algumas pessoas merecem e nem sequer me importar, mas é mais forte do que eu. É uma estupidez, eu sei.
Preciso de aprender a aceitar que não é preciso ficar tudo bem, com toda a gente, sobretudo quando grande parte das pessoas nem valem a pena esse esforço.
O que eu gostava de me conseguir gerir segundo o que eu quero e não segundo estas parvoíces que eu sinto.

2 comentários:

Dri disse...

compreendo perfeitamente, eu tb sou muito assim, aliás, acontecia muito ter um desentendimento com alguém e depois só cosneguir esclaecer as coisas muito tempo depois e anda ali a massacrar-me, at+e que acabei por perceber que realmente a outra pessoa não estava nem aí, já nem se lembrava de nada e não tinha dado a minima importância à situação e que se não fosse eu a dar o primeiro passo a pessoa nunca viria atrás. Atualmente qdo uma cena dessas acontece digo 3 coisas para mim mesma: respira, aceita e respeita e depois penso noutras coisas...

S* disse...

Eu sou demasiado sérias com as minhas responsabilidades. :/

Flickr Images