domingo, 27 de outubro de 2013

As mulheres são óptimas umas para a outras...

 
Prefiro uma amiga que me diga "mas estás parva, achas mesmo isso?" do que uma que é só "oh querida, claro que sim" e depois pelas costas...
 
Eu também chamo "querida" a algumas amigas, mas hesito sempre quando oiço alguém chamar-me querida, humm.. acho sempre que é para desconfiar. Gosto de pessoas simples e directas e acho que das pessoas com mais floreados, que nunca dão a opinião sincera, que são sempre 'politicamente correctas' e com mais nhónhónhós é que podem vir as maiores surpresas.
 
Se calhar é uma coisa só minha. Acho que fiquei traumatizada com a palavra querida, em particular, por causa de uma colega de curso, que tratava toda a gente de querida para cima e depois pelas costas... falava horrores de toda a gente.
 

4 comentários:

A Pimenta* disse...

Infelizmente há muitas mulheres assim. Eu costumo dizer que as mulheres não são boas para elas próprias, quanto mais para a outras. os últimos tempos fizeram-me mostrar que há pessoas que falam tão mal das outras que até mete dó. No fundo, eu quero acreditar que um dia, no futuro, alguém lhes há-de dar uma lição.

Petra disse...

Também prefiro aquelas que me dizem as verdades na cara.
Essa merda do fofinha e linda e querida e doçura etc etc etc... tráz sempre veneno no bico.

Nadinha de Importante disse...

Não suporto esse tipo de pessoas. Quando tenho algo a dizer é na cara, porque gostava que me fizessem o mesmo. Posso não ser, às vezes, muito "polite", saí tudo como se fosse um pedra.

nadinhadeimportante.blogspot.pt

EscritaDela disse...

Eu fico assim quando me chamam Linda...humm desconfio logo. Acho sempre que é só pela frente e depois...mas sempre pensei que era porque eu não consigo chamar isso a ninguém, nem linda, nem querida, nem fofa...é que não me sai nada disso :)

Flickr Images