terça-feira, 31 de dezembro de 2013

2013

 
Acabei o curso. Mais 2 primos saíram de Portugal para trabalhar no estrangeiro. Já lá vão 6. Andei pela primeira vez de avião. O meu namorado foi para leste. Tive a pior experiência no estágio, curiosamente no hospital da minha zona de residência. Aprendi a insultar uma pessoa apenas na minha cabeça, ao mesmo tempo que sorrio e agradeço. O meu namorado conheceu os meus pais e o meu irmão. Fiquei desempregada. Fiz um interrail hospitalar, porque estagiei em 5 hospitais diferentes. Durante meses fiz 4 horas de viagem, para ir estagiar, todos os dias. Conheci pessoas fenomenais, que me ajudaram imenso. Comecei a conhecer verdadeiramente pessoas que achava que conhecia. Perdi amigos. Resgatei amigos antigos. Passei férias na praia e foi bom. Aprendi a conduzir melhor. O meu pai perdeu o emprego. A minha mãe voltou a estudar. O meu irmão continua a 2h de avião de cá. Tive a minha queima. Acampei. Fiquei num hotel de 4 estrelas. Percebi o quão assustadora é a realidade nos hospitais. Entrei, pela primeira vez, num cemitério. Comecei o ano com a sombra de um problema grave de saúde. Estar desempregada fez-me ficar insuportável. Não fiz dieta e, pelo contrário, experimentei todas as sobremesas do Hospital de Santo António (que eram maravilhosas by the way). Aprendi a trabalhar em equipa. Corri muito atrás para conseguir emprego. Chateei muitas pessoas. Imprimi muitos currículos. Recusei uma proposta de emprego e uma entrevista de recrutamento, na esperança que viesse uma proposta melhor... e veio. Enquanto a proposta melhor não veio, quase enlouqueci por ter arriscado. Estive ao volante de um carro a ser empurrado. Vi pessoas a fazerem praia em dezembro. Em 2013 quase que perdi a esperança, mas a cada novo ano há a alento de um recomeço. Que todo o mal deste ano, fique em 2013.
 
Que seja melhor. Para todos.
 

3 comentários:

Carla Pereira disse...

Feliz 2014!!

A Pimenta* disse...

Muita coisa aconteceu este ano. mas o mais importante é que tenhas tirado boas aprendizagens de todo este ano.

Helen Berry disse...

E é exactamente por todos esses esforços, esses momentos de "quase que enlouqueci", de pessoas que estão a horas de avião, de umas que perdemos, outras tantas que ganhamos... que sabe bem viver. :)

Flickr Images