sexta-feira, 21 de março de 2014

Foda-se.

Esta minha humilde cabana de praia já tem 6 anos, mas mesmo antes da sua existência os blogues já faziam parte da minha vida e seguia vários. Blogues da velha guarda como a Pipoca, naquele tempo sem publicidade, sem nos tentarem vender nada nas entrelinhas e super bem escrito. Ah, bons tempos. Outro dos vários era o Bad Girls Go Everywere. Escrito por uma jovem fresca, com um humor mordaz, dona de um sarcasmo invejável, sem medos, sem pudores e adepta do F.C.P. What's not to like? Nada mulher de escapar aos reais temas da actualidade. Ele é Lucianas Abreus, Vitores Pereiras, Maias, nada fica isento ao escrutínio perspicaz da autora, cujo sentido de humor é delicioso e com um sentido de oportunidade invejável. Foi este e alguns outros blogues que me fizeram ter vontade de ter o meu.
Há uns tempos para cá a vida desta blogger mudou. Quando ela soube que estava grávida, soube também que a gravidez não ia seguir em frente e que em vez de um feto... se estava a desenvolver um cancro. 
Foda-se. Não há muito a dizer que não um Foda-se.
Acompanhar o processo é uma brutalidade. Ver a força e o sentido de humor intactos, face às adversidades é notável, nada que não fosse esperado da Bad, da Bad de sempre, mas mesmo assim é notável.
Quando ontem li um dos posts fiquei com lágrimas nos olhos, eu coração de pedra e sensibilidade de uma retro-escavadora, fiquei assim. Porque porra, vai-se entrando na vida das pessoas, mesmo sem querer e damos por nós com receios e angústias e alegrias por pessoas que nunca vimos. 
É também nestas alturas que se percebe que tipo de pessoa temos como companheiro. Se uns merdas, muito auto-centrados na sua própria existência, nos seus próprios problemas, nas suas muito próprias necessidades pessoais/emocionais/sexuais e de tempo e agenda. Namorados e maridos de marca falsificada, banha de cobra, com aspecto de produto de primeira. Ou então se temos uma pessoa às direitas, como tem a Bad. 
Segue aqui toda a força para a Bad e palmas de pé para o MQT (companheiro da Bad).
Há um bicho que precisa morrer. Dá-lhe com força. 

4 comentários:

Letrinhas disse...

Nunca acompanhei esse blog, mas desejo-lhe toda a força do mundo e que esta fase má passe muito depressa, ela certamente não merece que isto lhe esteja a acontecer.

Sílvia disse...

É dos meus favoritos à anos! Adoro tudo o que ela escreve e sigo atentamente a página do facebook. Adoro, adoro, adoro!

A Página Trinta disse...

Put&%$%& de doença!!
Estou a torcer para que corra tudo bem com ela!:(

A Pimenta* disse...

Desconhecia essa situação. Pior é os contornos em que ela soube da situação. Acredito que a alegria de uma gravidez cai por terra de uma forma abrupta quando se sabe que afinal o dia de amanhã nos reserva algo que nunca pensamos que estivesse no nosso caminho. Fogo, uma pessoa sabe de certas histórias que nos fazem pensar muito. Muito mesmo.

Flickr Images