sábado, 12 de abril de 2014

No trabalho


No meu trabalho tenho uma miúda com 16 anos, com Síndrome de Down.
É incrível ver como ela vive numa realidade paralela. Ela criou uma segunda vida onde é casada e tem 2 filhos. Não descuida nem troca nenhum detalhe passe o tempo que passar, desde a idade dos filhos, nomes, lugar onde mora, profissão do marido. Simula chamadas onde vive aquela realidade simulada e aquela é a "verdadeira" vida, para ela.

Há várias formas de fugirmos à realidade e parece que ela encontrou a dela.

2 comentários:

Viagem Doce Viagem disse...

:(

A Pimenta* disse...

No meu trabalho, eu também tinha uma criança com necessidades educativas especiais. Não tinha nenhum síndrome diagnosticado, mas também ela vivia num mundo mundo paralelo. O mais importante neste caso é um acompanhamento clínico adequado.

Flickr Images