segunda-feira, 18 de maio de 2015

Missão Emagrecer: O ABC de todo o processo!



Milhares de pessoas estão em missão de emagrecer e eu prometo ajudar a desmistificar um bocadinho vários aspectos relacionados com este problema. De repente chegam os 25ºC e lembramo-nos todos que não é nada giro irmos à praia com barriguinha, sobretudo hoje em dia que só vemos pessoas fit, musculadas e aparentemente ultra saudáveis.

Vamos por tópicos desmistificar este assunto:

1- Cuidado com as dietas das amigas, com as dietas da internet. Cuidado! A avaliação personalizada é imprescindível. Nenhuma pessoa é igual a outra, como tal cada pessoa tem um metabolismo diferente! Ao estar a fazer uma dieta planeada para outra pessoa esta pode ter efeitos perversos em mim. Atenção, cada um tem especificidades biológicas e clínicas únicas que temos que respeitar. O melhor exemplo é que todos conhecemos alguém que come este mundo e o outro e é magra como um pau de espeto. Todos somos diferentes.

2- Cuidado com as consultas muito baratas, mas que depois saem de lá com uma conta de 50€ em medicação e suplementos que precisam tomar. Desconfiem de todas as dietas que vos entopem disso. Pensem que ninguém vai passar o resto da vida a tomar medicação e que mal a parem podem recuperar tudo e ganhar ainda mais!

3- Desconfiem de dietas que vos dizem "agora vai deixar de comer sopa, fruta, 0% de hidratos de carbono, etc.". Emagrecer pode ser o objectivo, mas ninguém quer ficar magra e doente! Emagrecer pode ser a finalidade mas não pode custar a nossa saúde! Só damos valor à saúde quando ficamos doentes e fazer restrições perigosas para a saúde vão inevitavelmente fazer-nos ficar doentes a curto ou longo prazo. De que vale ir passear elegância e magreza para um hospital? Pouco, diria eu. Primeira preocupação sempre: Saúde.

4- É possível emagrecer com saúde? Sim, claro que sim! Geralmente não precisará de medicação, apenas motivação, educação alimentar e exercício. Dura mais tempo a acontecer? Sim, mas também os resultados duram muito mais tempo no nosso corpinho.

5- "Eu não consigo emagrecer", "Eu não como o suficiente para ter este peso", "Eu faço uma alimentação saudável e não consigo emagrecer", "Estou gorda por causa do stress", "É de família". Atenção às desculpas, podemos ter mil factores a influenciar, os ambientais, os genéticos, etc., mas o mais importante deles todos é o factor comportamental. Esse bate aos pontos qualquer outro. A expressão "Nós somos o que comemos" não surge por acaso.

6- Matemática para emagrecer: é a mais simples de todas. Comemos mais do que gastamos = Engordamos. Gastamos mais do que o que comemos = Emagrecemos. Simples.

7- "A minha alimentação é saudável, mas mesmo assim não consigo emagrecer" Provavelmente precisa de gastar mais. Aliar o exercício físico é fundamental para um estilo de vida mais saudável. 15 minutos de exercício físico pode diminuir inclusivamente a ocorrência de vários tipos de cancro.

8- O que é facto é que somos bombardeados com "agora isto faz bem", "agora isto faz mal", afinal há consensos? Para mim há. Açúcar simples e sal são, de facto, muito perigosos para a saúde. Perigosos, mesmo, sem qualquer força de expressão. O meu truque mais generalista para resolver os grandes problemas relacionados com alimentação é evitar alimentos processados. Não é por acaso que muitos "alimentos" duram meses na prateleira de supermercado. Não é suposto um alimento saudável ter prazos infinitos de validade e se o têm é porque estão sobrecarregados de conservantes, de açúcar e sal. Por isso, cada vez mais eu evito comprar alimentos que estejam envoltos em caixas de cartão. É um truque para facilmente eliminarmos imensos alimentos que são um verdadeiro atentado à nossa saúde. 

3 comentários:

ballerina. disse...

Gostei muito de ler o teu post :)

A Coisa disse...

Continua. Estás a ir muito bem ;)

Bárbara disse...

Também estou a fazer uma dieta equilibrada aliada a exercício físico. Visitei o teu blog hoje pela primeira vez e achei-o logo bastante colorido e interessante. Os meus parabéns :D

Flickr Images