sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Titulos possíveis: Deitada ao sol das Caraíbas ou Laser Alexandrite - a saga




Confesso que tenho alguma expectativa para este ano de 2016.
Primeiro pretendo gastar algum dinheiro em mim e fazer algumas coisas que sempre quis fazer mas fui adiando por falta de tempo (€). Vou fazer um número de aniversário que encerra "uma era", um ciclo de coisas, objetivos e prioridades. Se não o fizer agora provavelmente nunca mais o vou conseguir fazer.

De entre vááárias coisas:
Já defini que este ano vai ser o ano em que vou tirar o aparelho ortodóntico e finalmente, em toda a minha vida, ficar com os dentes verdadeiramente alinhados (fingers crossed!)

Este também vai ser o ano em que comecei a fazer depilação a laser. Adiado há anos o laser foi algo que sempre quis experimentar, porque se eu tivesse notas de 5€ como tenho pêlos a esta hora estava deitada, ao sol, numa praia nas Caraíbas. 
Ora bem, fiz a primeira sessão na clínica Nuno Mendes cá no Porto. Não estou absolutamente crente em resultados definitivos, sei que é um processo longo, demorado (e comigo as coisas têm a particularidade de correr naturalmente mal) mas ainda assim  tenho alguma esperança. O laser é o alexandrite e em alguns sítios dói mas dói, mas pronto, em breve vou receber uma análise com a perspectiva de queda das várias zonas. 
Como sei que este é um assunto que nos interessa no geral vou passar sempre fazendo o diário piloso da coisa.

Diário (em síntese)
#Dia 1: Pica, pica, pica, dói, dói, dói, eu sei que queres coçar mas não podes. E é isto.

6 comentários:

Esperança disse...

Comecei a fazer a depilação a laser alexandrite em 2011. Na altura, tinha muitos pêlos e já andava farta deles. Comecei por fazer nas axilas e virilhas, depois conforme ia acabando umas zonas começava outras. Foi das melhores coisas que fiz na minha vida! Hoje já não tenho praticamente pêlos nenhuns e só lá vou 1 vez por ano, normalmente antes do Verão, para manutenção. É verdade que em certas zonas, como coxas e buço o sucesso não foi tão grande, mas mesmo não me arrependo nada!
Gostei da ideia do diário piloso! Pode ser útil a quem tenha ainda dúvidas em relação à depilação a laser.

Eva Luna disse...

Obrigada pelo comentário, sempre dá algum ânimo.
Quantas sessões fizeste até entrares em manutenção?

Esperança disse...

Não sei precisar quantas sessões foram, até porque dependeu da zona. Por exemplo, nas axilas, virilhas e pernas (aqui não me refiro a coxas) devo ter feito umas 6/7 sessões no máximo até entrar em manutenção.
Já nas coxas, por exemplo, fiz mais do que 6/7 e ainda hoje tenho pelos (não tantos como os que tinha, mas ainda assim visíveis!). Acho que para isso contribuiu os pelos não serem tão grossos como noutras zonas.

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

E que você fique cada dia mais linda....
Se puder me visitar e me deixar seguir-te, publique meu comentário.
Se não quiser.... vou entender tuas razões.

[B] disse...

Eu comecei em 2011, fiz umas 8 sessões e depois desisti porque gastei um rio de dinheiro e os pêlos continuavam igual =/ Posso ter dito muito achar com a profissional que me calhou. Não sei.

Inspired disse...

Vou começar na mesma clínica! Vai fazendo o diário que estou interessada!
Um beijinho.

Flickr Images