segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

2016

2016 foi um ano invulgar.
Foi um ano que o meu carro me deu chatices sem fim. Fiz, durante muitos meses, 4 horas de comboio por dia. Andei muito a pé, levei com muita chuva, muito frio, corri desalmadamente, vezes sem fim, a mal olhar para os semáforos para conseguir apanhar o comboio. Felizmente não fui atropelada. Foi o ano em que mudei de cidade. Deslumbrei-me com Paris. Não fomos assaltados, o que ajudou bastante. O meu pai fez 65 anos. 2016 foi o ano que mal olhei para a minha cunhada percebi instantaneamente que ia ser tia, depois soube que era um menino. Andei um mês a fazer de conta que não tinha notado e, depois, agi como se fosse uma grande surpresa. Foi especial porque já tinha aceite que nunca teria sobrinhos (o namorado é filho único). Arrendei um apartamento em meu nome. Engordei. Despedi-me. Comprei mobília no Olx. Levei os meus pais a São Miguel e será algo que nunca vou esquecer. Comecei um novo trabalho. Comecei a morar com o namorado. Tive medo, mas percebi que pode funcionar. Não fiz nenhuma formação, embora quisesse. Temos vizinhos da porta ao lado com quem nos damos bem. Fui a banhos à Caldeira Velha e à Poça Dona Beija e foi algo transcendental. Arrastei o namorado para Manchester e ele arrastou-me para a tour do Estádio do Manchester. Conhecemos Salford. Não vimos o Mourinho. Experimentamos o Airbnb e gostei. Passei o fim de ano nos Aliados e passei um frio jeitozinho. Para o ano eu e o namorado vamos deixar estas aventuras para os jovens e vamos ficar em algum sítio no quentinho.

2016 foi um bom ano. Tive os meus. Houve saúde. Houve a noticia feliz de um sobrinho e neto que já ninguém contava. Há um novo trabalho. Há uma casa. Foi um ano bom. Felizmente. Se 2017 não for melhor, que seja igual.

4 comentários:

Frutinha (Desabafos e Coisas) disse...

Ainda bem que foi um ano cheio de coisas boas!!!

Blog - Desabafos e Coisas

Coquinhas disse...

Bom ano querida :)

L. das horas disse...

:) resumindo e concluindo foi um ano bom para ti. Temos 2/3 pontos chave iguais em 2016. Despedi-me; Comecei um novo trabalho; Comecei a viver com o namorado (no meu caso, foi ele a vir viver comigo).

Espero que 2017 seja o remate destas novas viagens que começaram em 2016.

Quanto ao desafio, de certeza que não queres mesmo entrar? :P

[B] disse...

Ainda bem. A vida precisa de coisas boas. Que 2017 seja igual ou melhor. Beijinhos

Flickr Images