quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Ser ou não ser

Quem me conhece daqui ou na minha esfera de amigos e familiares sabe que eu passo a vida a brincar. Nos textos são inúmeras as vezes que tenho que escrever -not- à frente para que as pessoas perceberem que estou só a satirizar a situação, sarcasmo é o meu nome do meio, nada a fazer.
Os meus amigos já conhecem, o meu namorado percebe, quem me lê penso que também já descortinou esta minha personalidade. Gosto de brincar e de usar ironia, sempre que posso, parece uma forma mais leve e mais engraçada de levar a vida.

Tudo muito lindo, tudo muito lindo mas o problema acontece quando as pessoas não me conhecem tão bem. Eu esqueço-me de explicar certas observações que faço, com ironia, e as pessoas ficam a pensar que eu acho mesmo aquilo que disse, mas cujo significado era o contrário.

Exemplo parvo e ao acaso.: Eu não digo: "Eu gosto de chocolate", eu digo: "eu? eu não gosto naaada de chocolate" e pressuponho que as pessoas que me conhecem entendem. Quem não conhece, percebi que fica a pensar que não gosto.


Ontem uns colegas do namorado, que conheço à pouco tempo, estavam a dizer-me que tinha que ir jantar com eles, que não tinha como escapar. Eu, a brincar, digo que "uii, amanha só saio lá para as 22h" e riu-me. Ficou combinado o jantar e só hoje me apercebi que eles estavam a alterar tudo para o jantar ser as 22h.

A sério.

Note to self: Falar a sério com pessoas que não me conhecem. Falar a sério com pessoas que não me conhecem. Falar a sério com pessoas que não me conhecem. Falar a sério com pessoas que não me conhecem. Falar a sério com pessoas que não me conhecem.





3 comentários:

O Biquíni Dourado disse...

hahahahaha! Não são fãs do sarcasmo, portanto! =P

Um beijinho dourado

A mamã vai casar disse...

Só até te conhecerem um bocadinho, depois voltas ao teu registo normal ;)

Joana disse...

Tenho exactamente o mesmo problema! Causa algumas situações engraçadas ;)

Flickr Images