quarta-feira, 2 de outubro de 2013

É possível que me chovam pedras...

 
Mas concordo com a lei das 40h.
Qualquer trabalhador no sector privado trabalha no mínimo 40h, por isso nunca percebi o porquê de o sector público não o fazer e os serviços fecharem tão cedo. Com o aumento da burocracia e papelada para tudo e mais alguma coisa - que é o próprio Estado que exige - acho muito bem termos finanças, segurança social e centros de emprego abertos mais tempo.
Conheço quem trabalhe 35h semanais, não faça absolutamente nada e ainda viva muito chateado com a vida que leva, por isso dava tudo para ver a cara dessas pessoas agora com a aprovação da nova lei. Pode ser que se ponha o país a trabalhar mais, a ser mais produtivo.
Eu tenho familiares que trabalham para o Estado e sei que há excepções, mas isso não me impede de achar que há muito funcionário público que passa a vida a "limar as unhas no emprego", vulgo não fazer nenhum, por isso ao menos que façam as horas que qualquer trabalhador, hoje em dia, faz.
 
Eu acho bem.

6 comentários:

Anne Crystal disse...

Eu também acho bem !

Alexas disse...

Eu também concordo com as 40h. Mas creio que seja mais tempo para eles continuarem...a não fazerem nada! O sector publico não precisa mais hora, mas sim uma grande reestruturação, no meu ver.

♥Cat disse...

Não podia estar mais de acordo. Mas mais do que aumentar para as 40h é começar a impor que as horas são realmente para produzir e não esperar que a hora de saída chegue. Não quero generalizar, mas conheço exemplos assim...

Suspiro disse...

Ainda ontem ouvi uma senhora a dizer que agora lhe estava a complicar a vida ter de sair às 16h30 (é auxiliar numa escola)... realmente é uma hora muito má para sair do trabalho! ;)

Maria João disse...

Completamente de acordo. Se outros fazem 40h e trabalham em fábricas com linhas de produção sem descansar quando querem, porque não podem estes (que se queixam) trabalhar as mesmas 40h? Dava mais jeito trabalhar 35h e depois receber o resto em horas extraordinárias, não era?

Eva Luna disse...

Tive uma orientadora, num hospital público, que entrava as 9h, tinha 1.30h de almoço, saia às 16h e achava que trabalhava muito tempo.
Se passava uns minutos da hora de sair já achava que estava a fazer um grande favor ao hospital e que lhe deviam pagar horas extra... É de uma grande lata..

Flickr Images