sexta-feira, 16 de junho de 2017

Metabolismo, esse judas


Até há uns anos eu só tinha um conceito de dieta: Comer tudo o que me apetecesse, quando quisesse.

Ahhh, bons tempos.
Um gelado familiar numa tarde, enquanto via um filme: Check.
Um pacote inteiro de bolachas digestive enquanto estudava para um exame: Check.
Snack da meia noite com croissants, fruta e sumos: Check.
Sempre o mesmo peso na balança: Check. 
Era uma alegria.

Por hábito familiar e depois mesmo vivendo sozinha nunca me socorri de fritos. Óleo é uma coisa que não tenho em casa e refeições pré-preparadas também não. Molhos tipo ketchup ou maionese também nunca foi hábito e sempre foi pacífico manter essa rotina alimentar, mas nunca me privei ou deixei de comer nada por pensar: "Ena, estas calorias davam para alimentar um elefante."
Comia e pronto.

Com o somatório dos aniversários, a profissão sedentária, com o peso a subir e a teimar em ficar veio a contatação evidente: 
O meu metabolismo ficou cansado. Eu percebo, coitado. Com esse cansaço vieram 5Kgs que não me pertencem: "Xô, sai deste corpo, este corpo não te pertence".
Eu percebo que  o metabolismo se altera e que o peso se ajusta à idade e acho irónico quando as pessoas me dizem: "Eu tenho 80kgs mas eu ja pesei 55Kgs e esse é que é o meu peso ideal". 
Obrigada, eu também já pesei 35kgs!!! Mas foi há 10 mil anos atrás. Era irreal querer pesar outra vez 30kgs.

Eu não quero ter ilusões irrealistas, eu sei que o corpo se adapta e sei que há determinadas metas que são irreais. Ou então não. Por isso mesmo dos 5Kgs que ganhei em 2 ou 3 anos desafiei-me a perder 3Kgs em 3 semanas.
Claro que não é fantástico fazer escolhas e estar sempre condicionada, mas também não é incrível vestir um vestido e odiar, ter umas calças novas e não apertarem. Se eu não travar isto, vou parar quando? Quando tiver mais 10Kgs? Aí vai ser mais difícil. 

Espero conseguir. Daqui a duas semanas dou novidades. 

3 comentários:

Jennifer Gama disse...

Disse tudo meta super possível e vamos em frente o resultado sera vitoria.

Bruxa do 203 disse...

É impressionante como vai ficando mais difícil com o tempo. E os horários de trabalho, cursos, obrigações em geral também nos deixam ainda mais cansadas, sem tanto ânimo para dietas. Mesmo assim, podemos ser realistas e tentar melhorar a cada dia.

m-M disse...

Estou a passar pelo mesmo.
Até há 3 anos atrás não havia problemas, não pensava nisso... sei agora que até era invejada (ahahah! Ceguinha como sou, nunca notei).
Aos 23 estive em baixa de peso e demorei 3 anos a voltar a um peso saudável.
Nos últimos 3 anos (que coincidiram com a entrada nos 30s) ganhei 5 kgs, vindos não sei bem de onde, dado que melhorei a alimentação gradualmente no último ano e meio... dou por mim self-conscious, dou por mim mal no meu corpo.

Vou, em agosto regressar ao ginásio, mas sempre com a vozinha na consciência a dizer-me que o meu corpo ganhou... :(

Flickr Images