quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

O glamour do meu dia dos namorados


Comecei a madrugada a vomitar, jantei uma sopa que às 3 da manhã voltou a ver a luz do dia, perdão... da noite. Pelo menos se fosse uns chocolates ou umas francesinhas agora uma sopa? Uma sopa? Não entendo, os deuses bulímicos estão contra mim, só pode.
Não deixei dormir o namorado praí até as 5 da manhã, senão mais. É sempre um bom começo. 
Hoje, de manhã, em jeito de celebração refinada e glamorosa ofereci-lhe... uns chinelos de quarto, txarããã! Que por acaso lhe são pequenos e que vão para trocar.
Como tenho um estômago sensivelzinho, se calhar não é boa ideia me meter em jantares pesados, uma vez que a memória desta noite está ainda muito recente, o que inviabilizará provavelmente o típico jantar fora.

Vantagens:
Não vamos pagar o dobro por um menu só por dizer "lombinhos apaixonados".
Vai dar o Porto.
Vou estar com o namorado. Que está comigo sempre e que me vai preparar mezinhas caseiras durante a madrugada, mesmo sem eu pedir, o que no fundo me diz bem mais do que pagar um jantar caro ou umas flores que vão morrer em alguns dias.

4 comentários:

Messy Gazing disse...

As melhoras!!
Eu também acho que são gestos deste tipo que verdadeiramente importam e que mostram muito mais carinho do que um jantar...

Beijinhos e tudo de bom! :)
MESSY GAZING

nanda disse...

ADOREI O POST INSPIRADOR
BJSSS
http://cantaalegremente.blogspot.com.br/

Madalena Santos disse...

As melhoras 😊

A Pimenta* disse...

Há que ver o lado positivo em tudo :)

Espero que já estejas melhor!

Flickr Images