quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Lista de objetivos a cumprir nas férias:


- Dormir na praia;
- Comer sushi;
- Ler notícias triviais das revistas que nunca compro a não ser quando estou de férias:
- Ir a um local onde nunca fui;
- Almoçar em família;
- Comer cheesecake;
- Ver o novo filme do Tom Cruise;
- Fazer pequenos almoços de hotel;
- Sair de casa. Passo tanto tempo metida num gabinete fechado que quero mais é apanhar ar e sol e passear.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Mercado imobiliário o que realmente eles querem dizer...

home and house image

"Zona tranquila":  no meio do nada, longe para xuxu, bom para assaltos.

"Aconchegante ou acolhedor": 40m2 muito bem aproveitados.

"Remodelado": o prédio é velho mas demos um visual novo para não se assustar.

"Moderno e recente": prepara-te para gastar mais 50 mil do que estavas a pensar.

"Ambiente rural": é só preciso umas remodelações na luz, na canalização, das paredes, no telhado...

"Em contacto com a natureza": é possível que a casa precise de uma desratização.

"Localizado no 2º andar de um prédio": sem elevador, caso contrário não mencionavam isso na descrição..

"Bom para investimento": não vais querer morar neste apartamento porque é eckkk, assim assim, mas sempre podes alugar a alguém que não se importe.

"Moradia t4 para reconstrução":  barracão que acontece ter anexado uma casa de banho e uma cozinha, já assim de modos que em situação de primeira habitação de uma família vasta de ratos e espécimes com muitas patas.

"Preço sob consulta": Esquece ou tens mais de 200mil na conta ou nem vale a pena te mostrarmos...

Estou a esquecer-me de mais alguma?
A verdade é esta, certo? Pura e dura...

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Se há coisa que me enerva

É ir aos serviços do estado e saber mais do que os pimpolhos que lá estão a atender.
Detesto que uma leiga em várias matérias, como eu, tenha que explicar aos senhores o que está nos regulamentos de funcionamento do serviço deles!

Na Segurança Social viro-me para o funcionário:
Eu: Há uma alinea que contempla as excepções e a situação do meu pai entra numa dessas excepções.
Pessoa que não percebe muito do que faz: ahh e tal, olhe que não, desconheço essas excepções, não me parece que tal seja assim, deixe-me ir ler o regulamento (...) ah realmente tem razão...


No meu Centro de Saúde:
Eu: No regulamento refere Z, então segundo o que aqui está basta-me enviar a declaração para pedir a isenção, certo?
Pessoa que não percebe muito do que faz:  Ah, não... não posso aceitar essa declaração, blá blá, nem pensar, não posso fazer nada...
Eu: Então está a dizer-me que este regulamento está errado, que não é válido?
Pessoa que não percebe muito do que faz:  Não posso fazer nada, beca, beca, nem pensar.

Moi meme liga para a Linha de Saúde 24 a perguntar "afinal comequeê, é válido ou não é válido?" ao que a senhora me diz que sim, que é esse o procedimento tal e qual eu estava a descrever.

Ligo para o Centro de Saúde ao que a pessoa, ao saber que liguei para a Linha Saúde 24, se prontifica logo: "Vou já tratar disso, mande-me pf a declaração..."

Há 5 minutos atrás era impossível, agora num estalar de dedos já vai tratar de tudo... Ora que sim senhora. Acontece-me tantas vezes (tantas) e acho que só não acontece mais aos outros porque as pessoas não estão para ler os regulamentos e quando os funcionários dizem "não posso fazer nada", pronto a pessoa volta para casa sem nada resolvido.

Nas Finanças:
Outro caso foi com o IRS dos pais do namorado, por uma bruxaria qualquer aquilo não foi bem submetido no site, o que fez com que passassem a data de entrega do irs. Fui ler o regulamento e disse ao namorado que tinham que pagar 25€ de multa, ele foi às finanças e disseram 35€. Achei logo estranho, mas certo... eles lá devem saber melhor do que eu. Quando fomos para pagar constava no site das finanças 25€. A sério que eu fico parva.

Irrita-me. São assuntos sérios e, em vez de ajudarem as pessoas, só complicam, prestam informações erradas e qualquer leigo sabe mais informação do que os próprios que prestam os serviços.

Leiam os regulamentos! Sejam conhecedores, já que quem nos atende pode não ser.. 

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Aquela fase do ano...

Em que já só apetece imprimir o mapa de férias e colá-lo na parede ao lado e todos os dias ir fazendo um risquinho, recluso style.
Já fomos tirando uns dias é certo, esticando uns fins-de-semana, mas o que é facto é que descansar que é bom nada. Em Londres ou Barcelona tínhamos que acordar tão cedo como o habitual, os quilómetros percorridos eram mais que muitos, a comida era mais rápida do que outra coisa.
De modos que... quero mesmo é dormir sem ter horas para a acordar, dormir na praia se der, nota-se que gosto de dormir, hã? Jantar comidinhas leves e sair para jantar, passear a pé ao fim do dia a comer uma tripa de Aveiro ou um gelado.
Mantra espiritopsicológico: São só mais 3 semanas, só mais 3 semanas.

domingo, 22 de julho de 2018

Casados à primeira vista

Nem de propósito, no outro dia falava daquele programa inusitado, e hoje percebi que  a Sic Mulher está a anunciar que estão à procura de pessoas para fazerem o programa em Portugal. Falam numa "experiência sociológica" nunca antes feita por cá.
Para quem já experimentou de tudo e ainda não conseguiu encontrar o amor da sua vida, quem sabe alguns especialistas não conseguem fazer o match? Pode ser que a coisa resulte melhor por cá...


Por aqui já têm uma telespectadora garantida. 

O mercado imobiliário

sea, home, and room image

Há certas cidades em que se formou um bolha no mercado imobiliário, Lisboa e o Porto são os exemplos mais sonantes, mas também na cidade onde vivo, Aveiro, isto está pela hora da morte.
Facilmente tens moradias velhas e a cair a custar mais 100mil euros. Aqui querem que eu dê por um apartamento t1 novo aquilo que os meus pais deram por uma moradia T5. É certo que é muito mais difícil ganhar dinheiro nos confins da existência, que é de onde é que eu sou, mas mesmo na cidade fica incomportável.
O imobiliário tem quase todo (muito) mais de 10 anos e os empreendimentos recentes estão em zonas nobres da cidade a custar 200mil, 300mil por um t2.
Por outro lado custa-me imenso pagar renda. É um valor que nunca mais recuperaremos e a fazer as contas do que se pagará de renda num espaço de 5 anos penso que seria 1/3 de um apartamento como o que agora moramos, o que me deixa a pensar. O meu irmão esteve 10 anos a pagar renda no Funchal e se tivesse decidido comprar, como aconteceu agora mais recentemente, provavelmente já tinha metade do apartamento pago e que agora tem que pagar na totalidade. 
Se pagar renda a vida toda não é opção dar milhares de euros por um apartamento normal, inflacionado pela localização, também não me fascina.  

sábado, 21 de julho de 2018

Viagens low cost

Como já devem ter reparado um dos meus hobbies é viajar. Não só viajar, mas sim viajar de modo acessível, conhecer o maior número de lugares pelo mais baixo preço possível.
Há uns dias trás alguém me dizia que "a realização pessoal está na resposta a esta pergunta - se tivesses tempo e dinheiro o que farias?" pois que eu ia viajar, sem pensar duas vezes. Este mundo tem coisas formidáveis para ver. Mas como dinheiro é sim um problema e se evapora das nossas contas bancárias o meu desafio é mesmo esse: viajar com pouco dinheiro.

Para aqueles que me perguntam como é que eu arranjo viagens tão baratas vou partilhar as minhas pesquisas convosco.

Paris

Resultado de imagem para paris

Imagem relacionada



(este preço para o Porto é quase imbatível, muuuito dificilmente se consegue melhor tarifa) 




Atenção: as tarifas são válidas para o momento da publicação do post. As tarifas variam rapidamente, por isso sempre que vejam uma viagem que vos interesse o meu conselho é que sejam rápidos na marcação.



Xuxucos desse lado, este tipo de post's é algo que vos interessa?
Vale a pena continuar a fazer post's deste género?

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Matemática das relações 1+1=?

bike, flowers, and vintage image

Ora bem, eu namoro há 8 anos e moro com o piqueno quase há 2.
Eu não tinha intenção nenhuma - era contra mesmo - em viver junto antes de casar. Cresci num meio pequeno, nunca ninguém na minha família tinha decidido "morar junto" e eu também não queria nada dar esse "desapontamento" aos meus pais, que sempre fizeram tudo por mim. Sempre achei que a fazer as coisas devia fazer de forma correta, seja lá o que isso for.
Há uma frase de alguém que namorou anos, foi viver junto, separou-se e após encontrar outra pessoa disse "vou casar antes de ir viver com esta pessoa, desta vez quero fazer as coisas de forma correta" e isso ficou-me na memória. A trabalhar em cidades diferentes ir viver com o namorado nunca foi sequer uma opção, mas quando consegui trabalho em Aveiro, cidade onde trabalhava o meu namorado, as coisas precipitaram-se. Eu sempre disse "eu vou para Aveiro, mas eu não quero ir morar junto", aluguei um quarto e estava porreirinha da vida, mas mais perto do namorado, que era uma vantagem uma vez que antes trabalhava em Valongo, onde não tinha rigorosamente ninguém e tinha um trabalho precário.
O namorado, a viver em casa dos tios, ia-se arrastando em lamentações: "Ao fim-de-semana nunca posso ficar até mais tarde a dormir porque tenho que tomar o pequeno-almoço com os meus tios", "Ohh, os meus tios não gostam de futebol, por isso acabo por nunca ver os jogos do Porto", "Não vou jogar futebol com os meus colegas para não alterar as rotinas dos meus tios..." e muitas coisas mais.
Resisti sempre, uma vez que não era o que eu tinha em mente quando decidi ir para Aveiro, não tinha sido isso que tínhamos combinado e muito menos sabia como iria contar aos meus pais, se tal acontecesse.
Um dia chega ele com a notícia "uma colega disse-me que está um apartamento no prédio dela para alugar, mas temos que decidir imediatamente".
Pois que fui meio atropelada para decidir algo que não tinha ponderado verdadeiramente, coincidiu no momento em que uma colega de casa, onde eu morava, tinha deixado a torneira aberta propositadamente e gasto 1m3 de água, num dia, como vingança de outra que também lá morava e pronto acedi.
Isto tudo para dizer o quê, jovens, se partilham os mesmos ideais que eu não façam isso, depois dá-lhes amnésia... já podem ver os jogos do Porto à vontade, já podem ficar na cama até ao meio dia de sábado e pronto, já mais nada importa. Casamento? Um dia talvez, quem sabe, teremos que eventualmente falar sobre isso, um dia, assim num futuro longínquo.
Não sei se deva ficar contente e a não dar certo pelo menos não fizemos a burrice de nos casar, por outro triste por não termos as certezas necessárias de tomar essa decisão e o que raio estamos a fazer em investir anos de vida em algo sem futuro.

Convenhamos... 8 anos... é que se ainda não há certezas dificilmente haverá...

terça-feira, 17 de julho de 2018

Guia Barcelona Low Cost

Amigos, pois que sim senhora... gostei de Barcelona, quem diria, hein?
Aqui ao lado e tanto para ver e conhecer, pois que gostei muito.

Viagens: Ryanair 40€/ida e volta/pessoa
Estadia: Airbnb 90€/ 3 noites (este valor porque tive o desconto de 30€ dos convites do Airbnb, se também precisarem de desconto aqui fica o meu convite)
Transferes: T10 - é um cartão com 10 viagens que custa aproximadamente 10,20€. Prefiram a Renfe e a linha de autocarros para chegar à cidade, que assim fazem a viagem por cerca de 1€, contra os 5,5€  do metro ou do aerobus.

Aviso para quem quer ir a Barcelona: Warning Warning!
Marquem para datas em que apanhem o primeiro domingo do mês (basicamente têm entradas gratuitas em maior parte das atrações!) ou então no fim de semana também com algumas entradas gratuitas ao sábado e domingo depois das 15h.

Arco do Triunfo e Parc de la Ciutadela:
O arco do triunfo tem uma arquitetura diferente daqueles que estamos acostumados a ver na europa e rende fotos bonitas, o parque é mesmo imperdível, vale mesmo a pena ver a Cascata Monumental, cujo o nome não fica nada a dever à realidade. 



Bairro gótico:
Museu Picasso é gratuito às quintas depois das 18h, mas não se esqueçam de reservar no site a entrada.
Igreja de Santa Maria del Mar, gratuita depois das 17.30h e muito bonita.
Catedral de Barcelona, fui assistir uma missa e não paguei entrada. É também imperdível, faz lembrar Notre Dame.


Visita à Sede do Governo da Catalunha é gratuita, mediante marcação de visita no site, há visitas guiadas em catalão, espanhol e inglês. Fizemos a tour em inglês e acho que valeu a pena.
Mercado de la boqueria é um mercado super colorido cheio de fruta, de gomas, de chocolates e de coisas boas. Vale a pena passear para conhecer.


Museus Muhba, gratuitos no primeiro domingo ou em qualquer domingo depois das 15h.

Praias:
Praia de barceloneta, tem água agradável e muitas senhoras em topless.

Tibidabo:
Era um sonho ir a tibidabo, eu que sou fã da série Friends fiquei sempre com a ideia de ir a Tibidabo e não desiludiu. Só se paga a viagem 3€ ida + 3€ volta. Há um autocarro, o Tibibus que se apanha na praça da catalunha que vai direto e que só faz esse trajeto.

Resultado de imagem para tibidabo

Sagrada Família:
É impressionante aquela obra, como tudo foi pensado ao detalhe. Quem for visitar vale mesmo a pena adquirir audioguia, caso contrário não se percebe 1/5 de toda a história que envolve a Sagrada Família. Dica: com audioguia é mais caro, mas podem comprar uma visita normal e outra com audioguia e podem levar uns phones e partilhar a audioguia com a outra pessoa. Pessoas com menos de 29 anos ou mais de 65 têm desconto.


Parc Guell:
Eck, desiludiu um pouco. Andamos muuuito a pé, a subir e depois metade do parque está em manutenção. 7,5€ por pessoa que hoje não voltaria a dar. Está lotado de pessoas o que dificulta a tarefa de tirar as típicas fotos no parque e num dia quente não tem muitas sombras.

Montjuic:
Vale a pena visitar o Palácio de Montjuic, gratuito ao sábado, e depois das 15h e depois voltar para assitir ao espetáculo da fonte mágica!

Chocolat Box:
Não é nenhum museu, nem atração mas é uma casa de gelados fantástica e barata, com uma variedade enorme e que com o calor, nos soube pela vida.

Resultado de imagem para chocolat-box icecream

Gastamos cerca de 300€/2 pessoas, o que não considero caro face a tudo o que vimos.
É um destino que vale a pena.

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Casados à primeira vista


A Sic Mulher exibe um programa australiano que a tradução é Casados à primeira vista, quase que podia ser na TLC, mas não é mesmo na Sic Mulher.
Aquilo é simples: 3 especialistas fazem matches dos perfis das pessoas que se inscrevem e decidem casar aquelas duas pessoas com base em ciência tão fidedigna como "ela tem um filho e ele não tem nenhum, ora era mesmo aquilo que ele precisa para ter a noção de família" e puff, fez-se chocapic. No casamento é a primeira vez que estão juntos e depois disso é acompanhar como corre a lua de mel e a vida em conjunto.
Quem participa sabe ao que vai, a coisa pode correr bem ou pode correr mal. Normalmente corre sempre mal (qual será a razão??). 
Primeiro porque os especialistas não têm em consideração a zona geográfica e as pessoas até podem se identificar uma com a outra mas daí a deixar a vida toda, trabalho, família e casa por um/a desconhecido/a que mora a 1000kms de distância vão outros 500. Outras porque os critérios para juntar as pessoas parecem ser do género "eck, este já andou com muitas, por outro lado esta também já andou com muitos, vamos junta-los que deve resultar". Mas claro que deve haver mais rigor científico destes "especialistas", cof cof..

E depois é ver o bonito que é aquilo tudo a descambar. Oh amigos... mesmo quando as pessoas se conhecem durante anos a coisa corre mal, quanto mais casar com um estranho, mas pronto que "a gente" precisa é de entretenimeno e este programa vem preencher a lacuna da temática "Casamentos" na tv. Já só havia o Say yes to the dress, o Quatro casamentos, o Unveiled, o My big american gipsy weddings, o Brides of Beverlly Hills, o 90 days to wed, Extraordinary Weddings, o Bride By Design and so on, and so on. Ufa, que fiquei cansada.

Já que estamos nesta temática uma colega minha vai casar em Agosto e até ao momento já tem, pelo menos, 170 pessoas confirmadas. Parece-me assim coisa para ser um pouquito exagerado, não? Se calhar é só de mim.. Eu que nem posso falar que tenho uma tia cuja a família (filhos, respectivos, filhos dos filhos, namorados dos netos e bisnetos) ascendem as 50 pessoas só de uma tia, mas ainda assim parece-me depois um pouco impessoal (a.k.a: o meu real pensamento é na fortuna que isso não ia ficar) e não me imagino a ter quase 200 pessoas no meu casamento, algumas das quais sei que se a vida mudar um pouquinho que nunca mais as volto a ver, como aqueles colegas do trabalho, que mudas de emprego e nunca mais os vês. Anyway, ela só para o copo de água está a contar gastar 15mil, o vestido foi 1500 + 500€ adereços e saiotes e não sei mais o quê, o fotógrafo 2500, a lua de mel 4000.. ora bem, sem ser preciso juntar mais nada já era coisa de eu ficar a hiperventilar. 

Por outro lado é um só dia que (se espera) que não se repita e por isso que se fica com a sensação que vale a pena apostar as fichas todas, por outro é isso mesmo: um só dia, mas depois será que fica aquela sensação que o vestido podia ter sido melhor ou isto ou aquilo podia ter sido mais giro se não houvesse contenção de custos.

Quem já passou pela experiência o que tem a dizer? Qual é a vossa opinião? É um dia dos noivos e que não se repete, por isso vale o esforço ou é demasiado para um dia só, face que a vida de modos que continua?

Digam-me da vossa justiça.


quinta-feira, 12 de julho de 2018

Aquele marketing que nos endromina o cérebro, sem darmos conta


Estamos com um grave problema de arrumação de sapatos, em nossa casa. Quem vive num T1 sabe que a arrumação é um desafio, contudo eu já estava um pouco farta de andar sempre de sabrinas então decidi que tinha que comprar umas sandálias. Fui à Seaside e a intenção era comprar -um- par. 

UM par.. Consciente dos problemas que podia arranjar em casa e limitando-me ao mínimo indispensável.

Ora não estavam em saldos e a campanha era: "Na compra de um segundo par, oferecemos o valor do artigo de menor valor numa terceira compra". Comecei a pensar que se não levasse um segundo par, não ia ter desconto nenhum e que "ia ficar a perder". Bambi.

Assim se chega a casa com 3 pares de sapatos quando, na verdade, só querias mesmo comprar um.

Namorado, eu juro que só queria comprar um par... mas mas...  

Upps.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Só me pode estar a confundir com outra pessoa...

Recebi uma mensagem pelo Messenger, de um indivíduo que eu não conheço, a dizer:
- "Olá atleta!"

Ora bem, o senhor só me pode estar a confundir... O único desporto que eu faço de modo consistente é zapping... 

terça-feira, 3 de julho de 2018

Barcelona, dicas e sugestões?


Temos viagem marcada para Barcelona.
Não é que seja um destino de sonho, mas enquadra-se no nosso conceito low cost. Quando todos vão para Punta Cana, Dubai, México ou Djerba, num tudo incluído de pulseirinha, nós dividimos o preço de uma viagem dessas por 3 viagens por cidades europeias e ainda fica a sobrar muito dinheiro. Também faz falta sol e calor maaaas... outros valores, nomeadamente os monetários mesmo, se levantam. Digo sempre que estamos a guardar uma dessas viagens para lua-de-mel, afinal haja alguma novidade na lua de mel, já que... enfim. 
Ora ora, lá vamos nós num pack da agência de viagens Eva Luna Forreta's Company.
Um colega nosso perguntou-nos quanto pagamos pela reserva da estadia, uma vez que ele também vai a Barcelona em Setembro, quando lhe dissemos o valor ele perguntou-nos se íamos ficar na rua (ahaha). Não, é AirBnb mesmo.
As entradas para a Sagrada Família já estão compradas e já temos um roteiro pensado, mas há coisas que só sabemos depois de ir. Como tal, dicas e sugestões personas de mi corazón? 

Contem-me tudo e não me escondam nada.  

terça-feira, 26 de junho de 2018

Rock in Rio e entretenimento em geral


Fui ao Rock in Rio ver o Bruno Mars.
Como consequência estou afónica, nada de errado se a minha voz não fosse uma das minhas principais ferramentas de trabalho. Tudo bem, não vai ser nada.

Ora como estive fora acabei por perder alguns capítulos da minha telenovela preferida, não sei se já chegaram à parte em que descobrem que afinal o Bruno e o Marta Soares são irmãos...  

#novelamexicana

terça-feira, 12 de junho de 2018

Guia Low Cost São Miguel

Estava-se tão bem em São Miguel.
Adoro as ilhas, adoro. 

Viagens: 40€/ida e volta por pessoa
Ora bem, indo ao que interessa, as viagens foram pela Ryanair a sair do Porto e tiradas com bastante antecedência. É importante marcar a data tendo em consideração a época do ano. Com chuva é muito difícil termos aquelas paisagens idílicas pelas quais tanto vale a pena irmos aos Açores. E mesmo escolhendo a época do ano a dedo, às vezes, há surpresas.

Carro: 100€ de sexta a segunda (a receber e entregar no aeroporto)
Quem visita São Miguel precisa de um carro, se quiser conhecer a ilha. É requisito fundamental. A ryanair tem combinações bastante interessantes de viagem + carro, essas ofertas irão surgir de certeza enquanto compra as viagens.
Dica: Não estacionar nas ruas mas estreitas do centro de Ponta Delgada, onde facilmente o carro que alugamos possa ser riscado no trânsito local. Existem parque gratuitos e pagos, onde pode deixar o carro. Em alternativa, eu também o deixei na Avenida principal, durante a noite, onde me pareceu ficar em segurança.

Alojamento: Booking
Alugamos um apartamento T2 pelo Booking ao lado do Palácio de Sant'Ana (Do Governo Regional) por 180€, com vista para o mar e com um terraço formidável para tomar com pequeno-almoço com vista privilegiada ou para apanhar sol. Com a política dos convites para amigos vão devolver-nos 15€ para o cartão de onde foi feito o pagamento da reserva. Se precisarem de 15€ de desconto, para reservas no Booking, basta escreverem nos comentários que eu envio, uma vez que precisamos de todos os cêntimos já que em São Miguel há várias entradas em atrações locais que têm que ser pagas.

Grota do Inferno
A melhor atração gratuita de São Miguel. A paisagem que está em todos os guias turísticos é facilmente alcançada com uma caminhada. É fantástico e vale mesmo a pena, se estiver nevoeiro esqueçam, não se vê nada, mas ainda assim vale a tentativa. Podem descer à Lagoa do Canário, vão encontrar as direções enquanto vão para este miradouro.




Sete Cidades
Ao seguir, após a Grota do Inferno, para as Sete Cidades vale a pena ir parando nos miradouros para apreciar a paisagem.


Ponta da Ferraria e Mosteiros
As piscinas naturais da ferraria e a praia dos Mosteiros são atrações gratuitas e que valem uma escapadela.


Ribeira dos Caldeirões 
Vale a pena um fugida ao Nordeste da ilha para ver a ponta do Sossego, a ponta da Madrugada e, por fim, as cascatas do parque da Ribeira dos Caldeirões. A maior e melhor está meia escondida, ao chegarem não entrem logo para o parque e sigam as setas que apontam na direção oposta do parque.




Caldeira Velha
Aqui começamos o roteiro pago e é onde começa a doer um bocadinho.
8€/Pessoa para ter acesso as piscinas naturais aquecidas. Vale pela envolvência e pelo cenário natural.


Poça Dona Beija
Piscinas termais de água quente, 4€ por pessoa.

Furnas
A entrada para ver como se confeciona o cozido das furnas custa 2€ por pessoa. Vale a pena ir por volta das 12h que é onde mais facilmente se vê colocar ou tirar o cozido.

Restaurante Tony's
Várias pessoas queixam-se do cheiro a enxofre do cozido das furnas. Eu já fui 2 vezes a este restaurante e não tenho reclamações. É dos mais típicos e característicos.

Miradouro do Pico do Ferro
Miradouro gratuito como uma vista extraordinária para a Lagoa das Furnas. Vale a subida que tem que ser feita de carro.



Lagoa do Fogo e miradouros para a Lagoa do Fogo
Num dia de sol é das lagoas mais bonitas, na minha opinião. Aquele verde nenhuma máquina fotográfica consegue captar. Vale a pena parar em todos os miradouros para contemplar, se o tempo permitir.

Lagoa do Congro
Só a conheci nesta segunda viagem a São Miguel e é imperdível. Com uma caminhada de 15 minutos para lá chegar vale a pena o esforço. É idílica, vale mesmo a pena. É a natureza do seu estado mais natural e bonito.



Visitem os Açores, vale tanto a pena.
Vamos, muitas vezes, para longe com estes locais idílicos mesmo aqui. 

terça-feira, 5 de junho de 2018

Eu e o namorado: Da saga - Os procrastinadores


Apesar dos anos se acumularem em cima de nós de forma nada simpática, refletindo-se em menos cabelo para ele e menos abdominais para mim e que se foram cobrindo entretanto de uma camada (nada) fina e fofa, temos adiado a tomada de decisões importantes o mais que podemos.

Não sei se somos só bambis, se ficamos amedrontados com a quantidade de dinheiro necessária para efetivamente termos uma vida normal, com as comodidades básicas.. tipo casamento, casa, carro, não falando das despesas inerentes à própria sobrevivência da nossa espécie, que anda a ficar cada vez mais cara. Água, luz, gás, seguros, internet, telefone, comida, gasóleo, enfim e a lista parece infindável e falamos de coisas básicas, agora imagine-se.
Ontem tomamos a nossa primeira decisão de "adultos", que com quase trinta é tudo o que não parecemos ser, mas pronto: compramos mobília de quarto.

Um pequeno passo para a humanidade, que com a nossa idade já comprou casa, mobilou 7 assoalhadas e já tem 2 filhos e um bobi, mas um grande passo para nós, procrastinadores.
Quando fomos viver juntos (essa sim talvez a primeira grande decisão) eu contei aqui que reaproveitamos alguma mobília da casa e que fomos adquirindo "monos" vários, em segunda mão no OLX. Ora, não é "a minha casa" e como tal não me entusiasma comprar coisas novas que depois podem não se enquadrar com uma casa futura, por isso fomos deixando andar.
A medo lá compramos cama, colchão e uma cabeceira e lá foram cerca de 700€. Tudo anda ali pelo preço da morte, jesus meu pai. Damos por nós a ponderar coisas que ninguém nunca nos preparou para decidir: o que será melhor, molas ou viscoelástica? Latéx, espuma ou ortopédicos? E é aqui que a escola falha ao preparar-nos para saber como se chama uma figura com 12 lados mas não a tomar decisões importantes na vida.

Como vivemos num T1 arrumação não é propriamento o forte do apartamento então compramos um Sommier com arrumação no interior. Finalmente vou ter onde arrumar cenas e coisas que abundam na nossa casa e isso deixa-me entusiasmada, o que é mais ou menos dizer que realmente o tempo está a passar por mim.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Acho que não vos contei

mas... vi a mãe da Maddie quando estive em Londres.
Não sabiamos que no fim-de-semana em que fomos havia a Maratona de Londres e fomos apanhados meio de surpresa, no dia da maratona tivemos que sair mais cedo de casa porque iam cortar a estada ao lado do nosso Airbnb para passar a maratona. Como tinhamos bilhetes para o London Eye e este só abria às 10h atravessamos a ponte e ficamos sentados a olhar para a roda gigante e a ver passar a maratona mesmo atrás de nós, nessa altura ainda só corriam as crianças. 
Sugaditos e tranquilos quando passa à nossa frente a mãe da Maddie, aquele olhar de "sofrimento", aquela expressão que nos ficou gravada na memória foi a mesma com que estava nesse dia, é inconfundível, andou uns metros e voltou para trás e voltou a passar por nós, eu e o meu namorado olhamos um para o outro de imediato. Ia correr a maratona, tinha uma tshirt com o nome e com a causa que ia apoiar.  

Não dá para não pensar no que será que aconteceu aquela criança, não dá para não pensar que aquela pessoa podia eventualmente estar presa, se aquilo tivesse acontecido noutro país, e se aquela mãe saberá de alguma coisa, mas pelo que me parece nunca vamos saber.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Não imaginam o quanto me custa...


O "deixar andar", o " depois logo se vê", o "ainda falta tanto".
O que me custa senhores, ao ponto de querer arrancar cabelo (mais do que o costume).
Eu e o meu namorado somos (muito) diferentes em muitos e vários aspectos e este é um deles.
Se temos renda para pagar eu no dia 28 já estou a fazer a transferência, ele espera até dia 8 à noitinha. Se temos viagens compradas ele espera até à última para resolver transferes, roteiros, tratar do que for necessário. Basta 2 dias antes e com sorte que no dia anterior também chegava bem. Se temos IRS para submeter eu no dia 1 de Maio já tenho as simulações todas feitas, prontas a fazer upload e ele? ele diz que se metermos o IRS dia 1 de Junho também não vinha mal ao mundo e que se pagassemos multa também não era por ai além e esta mania irrita-me tanto, mas TANTO! Consome-me por dentro.
Se há coisas para resolver porque razão deixar tudo para a última? Que ner-vos, mexe com as minhas entranhas porque eu não sou assim e nunca conseguirei ser. 


Errrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrhhhhhh!
Que nervos!                             

domingo, 27 de maio de 2018

Eu e o namorado, hoje, nas bombas de gasolina...

Ele: Depois diz que eu não te levo a sítios caros...


...

terça-feira, 22 de maio de 2018

Globos de Ouro: O drama, o horror, a Inês Castelo Branco



Ainda me lembro de ver esta piquena nos Morangos com Açúcar, assim sem nenhuns favorecimentos ali ao nível do decote e agora cada vez estão maiores. Incrível o que as mamas crescem depois dos 25 anos.


Ai, coitada. Como diz a minha mãe "ninguém diga que está bem". Então assaltaram a senhora mesmo antes de ir para a gala, rasgaram-lhe tudo e deixaram-na provavelmente sozinha e com a lingerie à mostra. Bandidos. Espero que sejam apanhados, não se faz.


A mulher do Agir a tentar alargar as orelhas como o marido. Gosto de casais que têm hobbies em conjunto.


Sónia Tavares no seu tom de pele de quem já morreu há duas décadas atrás e ainda não avisou ninguém.


Não consigo achar a Cláudia interessante. Não consigo, nada, nadinha. Não acho que seja particularmente bonita como a fazem, não acho que seja boa atriz e é péssima apresentadora. Sorry!
E este vestido de cor de cápsula de café gold também não gosto nada.


Aqui há umas semanas andei a tomar uns batidos para emagrecer da cor deste vestido.


Ana Marques no seu habitual "sou eu que comento as mal vestidas, por isso se eu for mal vestida como sempre não faz mal, porque não vão falar mal de mim." 


Que belo vestido, prático e útil aposto que dá para guardar todo o catering ali por debaixo.


Óh Paula, Paula, Paula... Olha o guapo que tens ai ao teu lado, não custava nada te esforçares um bocadinho mais, só um bocadinho, para variar. Va lá, que nós somos pelos casamentos felizes.


Reencarnação da Marilyn se ela tivesse chegado aos 70 anos.
Ai filhas, esse solário/sol seja o que for envelhece horrores. A única coisa que me ocorre é "protetor solar 50+", esta imagem podia bem ser um anúncio de sensibilização com os perigos do sol... Olhem, comigo resultou, fiquei bem mais alerta :s...


É de mim ou este vestido é parecido ao da Bárbara Bandeira (quem?) à filha do outro do Bandeira, que é loiro e canta. Daquela que recebeu um globo mas ninguém sabe muito bem porquê... Ou então sou só eu, que também pode ser... 


Sofia Fernandes no seu engorda 15kgs-emagrece20-engorda10-emagrece15.
Podia aproveitar agora esta fase para um vestidinho melhor... 


Este piqueno à espera que a Sic faça outra série de vampiros e lobisomens para ser chamado para protagonista. 

Não vi o casamento real nem os globos de ouro... shame on me.

Ou então não... que  eu estava no bem bom dos Açores.
Já disse que adoro as ilhas e que sou fascinada pelos Açores e que toda a gente lá devia ir, certo? Que devia ser tão imprescindível como votar, né? Já sabem a minha opinião.
Voltei a São Miguel e apesar do tempo desta vez nos ter pregado uma partida foi bom poder voltar a contemplar aquela natureza no seu estado mais puro.

Contudo, vou ver se consigo dar uma espreitadela na gala da Sic para o nosso tradicional Top dos Globos, que isto não pode ser só passeio. Já volto.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Daquelas coisas que só nos envergonham...

Uma pessoa que pense e que agrida alguém por causa de futebol é, e só pode ser, doente mental. Só pode ser, não há outra explicação, seja do mesmo clube, seja de outro, aquilo que todos vimos é uma vergonha para todos nós. Pensar que estas almas são filhos de alguém, são casados com alguém, são pais de alguém faz-me ter dó da família.

Enfim.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

10 Anos de Blog


Este blog fez 10 anos e eu nem me dei conta.
Quando comecei este blog ainda não havia este trending dos blogs, era uma coisa feita por gosto e não por moda. Lembro-me de ler A pipoca mais doce e de ainda ser um blog de confissões, amores e desamores, um blog despido e cheio de graça, sem patrocínios ou marcas para agradar, o que eu me ria a ler. Estou assim meio saudosista, acho que foi a melhor épocas do blogs, a mais genuína.
Damn. 10 anos. 

Quando comecei a escrever servia às mesas para ganhar uns trocos. Literalmente trocos, 2€ à hora. Andava baralhada no rumo que queria dar à minha vida. Não tinha aquela vocação para coisa nenhuma, mas tinha que decidir o que fazer. E escolhi, assim meio aos atropelos, aos avanços e recuos e, felizmente, correu bem e hoje faço algo que gosto.
A minha opinião vai mudando ao longo do tempo, como a de toda a gente. Há coisas que disse e que hoje já acho absolutamente o contrário. Acho que faz parte do próprio processo de crescimento e amadurecimento. Não levem a mal.

Em jeito de balanço, depois de uma década a minha vida deu uma volta e a maior parte das coisas vão dando certo, não dá para ser tudo, porque a vida é mesmo assim, mas grande parte.

sábado, 28 de abril de 2018

Guia Viagem a Londres (versão Low cost)

Imagem relacionada

Londres é formidável e há tanto para ver de graça! É fácil fazer um guia low cost e ao mesmo tempo inesquecível de Londres.

Viagem
Com as low cost quase não há desculpa. O mais barato são mesmo as viagens! Eu viajei pela Easyjet para Luton, numa promoção de 40€ ida e volta/pessoa. Mais caro dou eu na CP se quiser ir a Lisboa e voltar.

Transferes
Usei a National Express, com antecedência os transferes ficaram a 22 libras, para 2 pessoas ida e volta. Numa viagem direta e cujo autocarro é mesmo na porta do Aeroporto, mais conveniente impossível. Paguei mais eu de taxi por uma só viagem de Campanhã ao Aeroporto do Porto do que lá por duas viagens de ida e volta.

Estadia
Airbnb. A par das low cost a Airbnb têm nos permitido viajar de modo super acessível e com comodidades que não temos num hostel/hotel, como cozinha, frigorífico e facilidades onde tomar o pequeno-almoço e aquecer um take away, por exemplo.
Num preço já acessível, em comparação com o Booking, acreditem que eu comparei todas as hipóteses mais vantajosas e mesmo assim eram bem mais caras, ainda consegui uma redução de 35€ o que ajuda, óh se ajuda, por causa dos links de convite para amigos e família, se precisarem aqui fica o meu e sempre são 35€ de desconto na estadia. Se utilizarem leiam os comentários, vejam as classificações que deram aos proprietários, as fotos, que assim é mais fácil fazer uma aposta que vá de encontro com as vossas expectativas.

Transporte em Londres
Nós escolhemos o autocarro, é mais barato que o metro e temos a oportunidade de ver a cidade! Andamos naqueles de 2 andares e é a experiência mais típica e ao mesmo tempo que nos permite conhecer a cidade de modo mais confortável. Cada viagem custa 1,5 libras até um máximo de 4,5 libras, por dia, onde independentemente do número de viagens não debita mais do que isso. O Oyster é o cartão que permite viajar e custa 5 libras reembolsáveis, que se carrega com valores múltiplos de 5, de acordo com o número de viagens, o dinheiro que sobrar e não for gasto é também ele reembolsável.

Comida
Sainsbury's e Tesco são cadeias baratas de alimentação. A água é muito mais acessível do que em qualquer café e se ficarem num Airbnb com cozinha têm todas as facilidades para comer rápido e barato. Em restauração é naturalmente mais caro. Fora isso Starbucks e Mcdonalds são as opções acessíveis do costume.

Monumentos
Tanto que ver, tanto! E de graça... 
A começar pela Tower Bridge, é fantástica por si só e no seu site dá para ver o horário em que a ponte abre, é uma experiência daquelas em que todos param e nada é mais bonito ou imponente que assistir a esse espetáculo nas margens do Tamisa. 
A St Paul's Cathedral que é fantástica, vale tanto a pena, a entrada é paga mas se forem no horário da missa a entrada é gratuita. Vale mesmo a pena, nem dá para descrever. 
As pontes, icónicas e super diferentes entre si são outra atração, a Millenium Bridge é uma das minhas preferidas e dá para tirar as fotos  emblemáticas, com vista para a St Paul's Cathedral. 
Depois o Tate Modern, museu de arte contemporânea, com entrada gratuita às exposições fixas, onde dá para ver obras de Andy Warhol, por exemplo. 
A par do fantástico Museu de História Natural que é imperdível, para mim sobretudo pela arquitetura, as fotos ficaram qualquer coisa de outro mundo, também ele gratuito. 
A National Gallery também vale a pena, fica na Trafalgar Square que é uma praça super bonita, e pode ver-se Cézanne Velásquez, Leonardo da Vinci, Degas, Monet, Manet e muitas outras. Precisavamos de um dia, se o tivessemos só para contemplar tudo. Mais uma vez gratuito. 
Seguindo-se do Victoria and Albert Museum e o Science Museum, também gratuitos e em caso de terem tempo que valem espreitar. 
Ainda A Abadia de Westminster que dá para contemplar a arquitetura mas também ver por dentro, de forma gratuita, se for em horário de missa ou evensong, cujos horários que dá para ver online no seu site. 
Outra forma de ver a cidade de cima e contemplar toda a arquitetura é subir ao Sky Garden, um jardim no topo de um edifício de 32 andares, com uma vista para toda Londres e para os monumentos mais icónicos de Londres, também de graça! Basta agendar marcação para subir no próprio site. 


Imagem relacionada

Jardins
Tantos e tão bonitos e tão bem cuidados. Vale a pena levar lanche e sentar nos parques, como os verdadeiros londrinos, a aproveitar o sol e a ver os esquilos e as flores. O Hyde Park, o St James Park e o Green Park estão no topo das nossas preferências e aproveitamos as nossas pausas em todos eles.

London Eye e passeio de barco pelo Tamisa
Ora com tanta coisa gratuita sobra para estas duas experiências marcantes de Londres. Se marcarem com tempo pelo site, evitam filas e poupam umas libras. Se comprarem o pack London Eye + Passeio de barco fica ainda mais barato. São 31 libras por pessoa e vale para libra gasta. Comprar entrada apenas no London Eye no próprio dia fica 27 libras, por isso mais vale comprar o pack.

Palácio de Buckingham e a troca da guarda
Todas as segundas, quartas e sextas há a troca da guarda às 11h e é uma das cerimónias mais típicas e bonitas de Londres, assistir é de graça mas é útil chegar cedo porque todas as pessoas querem assistir.

Como dá para perceber há muito que ver, numa cidade maravilhosa e que permite uma viagem fantástica e Low Cost, palavra de forreta.


Resultado de imagem para london

Resultado de imagem para london

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Voltei, voltei de Lá(ondres)

london, Big Ben, and england image

Ora ora ora... amigos adorei Londres. Não sei se gosto mais de Paris, se de Londres mas adorei cada minuto que passei naquela cidade. Senti-me segura! Coisa que nem sempre senti em Paris ou Amesterdão, por exemplo. 
O voo foi cedo, então às 5.50h já estava na CP para apanhar um comboio para o Porto. Como sempre a CP falha-nos nos momentos mais críticos. O comboio começou a atrasar e atrasar e eu a ver a minha vida a andar para trás. Com meia hora de atraso chego ao Porto e deparo-me com a greve no Metro... great! Lá fomos nós de táxi e era se queríamos embarcar.

Chegamos a Luton e apanhamos autocarro da National Express que foi direta ao centro de Londres. Se voltar a precisar de transporte para o aeroporto lá, certamente voltarei a usar.
Depois chegamos ao apartamento Airbnb e voltamos a ter uma boa experiência. Tínhamos cozinha, frigorífico, microondas, secador de cabelo (o que me valeu porque me esqueci do meu alisador, como foi possível?). Poupamos consideravelmente face a um hotel e estávamos a um minuto dos transportes o que foi ideal. Uma amiga nossa ainda nos aconselhou um hostel mais acessível (face a média dos outros hotéis/hostels) mas mais distante da cidade, caso quiséssemos, mas para além disso ficava a 10 minutos a pé do metro e no fundo funcionava como um Airbnb, ou seja também não tinha recepção. Começamos logo a pensar no cenário de ter que andar esse tempo de noite depois de sair do metro, por ruas escuras e escondidas e preferimos logo a nossa primeira escolha, o Airbnb. Foi a aposta certa.

Agora a cidade, ai a cidade... Tem uma vibração diferente e é uma misturada cultural daquelas, os monumentos são de ficar de queixo caído e as pessoas são simpáticas. Pelas nossas contas contas gastamos 400€ (2 pessoas) incluindo viagens, estadia, comida, transferes, London Eye, etc. Assim que conseguir faço o nosso guia de Londres (low cost como sempre).
Nem sempre gosto de repetir sítios onde já fui (uma vez que há tantos outros para conhecer) mas a Londres quero voltar, sem dúvida!

Flickr Images