terça-feira, 12 de junho de 2018

Guia Low Cost São Miguel

Estava-se tão bem em São Miguel.
Adoro as ilhas, adoro. 

Viagens: 40€/ida e volta por pessoa
Ora bem, indo ao que interessa, as viagens foram pela Ryanair a sair do Porto e tiradas com bastante antecedência. É importante marcar a data tendo em consideração a época do ano. Com chuva é muito difícil termos aquelas paisagens idílicas pelas quais tanto vale a pena irmos aos Açores. E mesmo escolhendo a época do ano a dedo, às vezes, há surpresas.

Carro: 100€ de sexta a segunda (a receber e entregar no aeroporto)
Quem visita São Miguel precisa de um carro, se quiser conhecer a ilha. É requisito fundamental. A ryanair tem combinações bastante interessantes de viagem + carro, essas ofertas irão surgir de certeza enquanto compra as viagens.
Dica: Não estacionar nas ruas mas estreitas do centro de Ponta Delgada, onde facilmente o carro que alugamos possa ser riscado no trânsito local. Existem parque gratuitos e pagos, onde pode deixar o carro. Em alternativa, eu também o deixei na Avenida principal, durante a noite, onde me pareceu ficar em segurança.

Alojamento: Booking
Alugamos um apartamento T2 pelo Booking ao lado do Palácio de Sant'Ana (Do Governo Regional) por 180€, com vista para o mar e com um terraço formidável para tomar com pequeno-almoço com vista privilegiada ou para apanhar sol. Com a política dos convites para amigos vão devolver-nos 15€ para o cartão de onde foi feito o pagamento da reserva. Se precisarem de 15€ de desconto, para reservas no Booking, basta escreverem nos comentários que eu envio, uma vez que precisamos de todos os cêntimos já que em São Miguel há várias entradas em atrações locais que têm que ser pagas.

Grota do Inferno
A melhor atração gratuita de São Miguel. A paisagem que está em todos os guias turísticos é facilmente alcançada com uma caminhada. É fantástico e vale mesmo a pena, se estiver nevoeiro esqueçam, não se vê nada, mas ainda assim vale a tentativa. Podem descer à Lagoa do Canário, vão encontrar as direções enquanto vão para este miradouro.




Sete Cidades
Ao seguir, após a Grota do Inferno, para as Sete Cidades vale a pena ir parando nos miradouros para apreciar a paisagem.


Ponta da Ferraria e Mosteiros
As piscinas naturais da ferraria e a praia dos Mosteiros são atrações gratuitas e que valem uma escapadela.


Ribeira dos Caldeirões 
Vale a pena um fugida ao Nordeste da ilha para ver a ponta do Sossego, a ponta da Madrugada e, por fim, as cascatas do parque da Ribeira dos Caldeirões. A maior e melhor está meia escondida, ao chegarem não entrem logo para o parque e sigam as setas que apontam na direção oposta do parque.




Caldeira Velha
Aqui começamos o roteiro pago e é onde começa a doer um bocadinho.
8€/Pessoa para ter acesso as piscinas naturais aquecidas. Vale pela envolvência e pelo cenário natural.


Poça Dona Beija
Piscinas termais de água quente, 4€ por pessoa.

Furnas
A entrada para ver como se confeciona o cozido das furnas custa 2€ por pessoa. Vale a pena ir por volta das 12h que é onde mais facilmente se vê colocar ou tirar o cozido.

Restaurante Tony's
Várias pessoas queixam-se do cheiro a enxofre do cozido das furnas. Eu já fui 2 vezes a este restaurante e não tenho reclamações. É dos mais típicos e característicos.

Miradouro do Pico do Ferro
Miradouro gratuito como uma vista extraordinária para a Lagoa das Furnas. Vale a subida que tem que ser feita de carro.



Lagoa do Fogo e miradouros para a Lagoa do Fogo
Num dia de sol é das lagoas mais bonitas, na minha opinião. Aquele verde nenhuma máquina fotográfica consegue captar. Vale a pena parar em todos os miradouros para contemplar, se o tempo permitir.

Lagoa do Congro
Só a conheci nesta segunda viagem a São Miguel e é imperdível. Com uma caminhada de 15 minutos para lá chegar vale a pena o esforço. É idílica, vale mesmo a pena. É a natureza do seu estado mais natural e bonito.



Visitem os Açores, vale tanto a pena.
Vamos, muitas vezes, para longe com estes locais idílicos mesmo aqui. 

terça-feira, 5 de junho de 2018

Eu e o namorado: Da saga - Os procrastinadores


Apesar dos anos se acumularem em cima de nós de forma nada simpática, refletindo-se em menos cabelo para ele e menos abdominais para mim e que se foram cobrindo entretanto de uma camada (nada) fina e fofa, temos adiado a tomada de decisões importantes o mais que podemos.

Não sei se somos só bambis, se ficamos amedrontados com a quantidade de dinheiro necessária para efetivamente termos uma vida normal, com as comodidades básicas.. tipo casamento, casa, carro, não falando das despesas inerentes à própria sobrevivência da nossa espécie, que anda a ficar cada vez mais cara. Água, luz, gás, seguros, internet, telefone, comida, gasóleo, enfim e a lista parece infindável e falamos de coisas básicas, agora imagine-se.
Ontem tomamos a nossa primeira decisão de "adultos", que com quase trinta é tudo o que não parecemos ser, mas pronto: compramos mobília de quarto.

Um pequeno passo para a humanidade, que com a nossa idade já comprou casa, mobilou 7 assoalhadas e já tem 2 filhos e um bobi, mas um grande passo para nós, procrastinadores.
Quando fomos viver juntos (essa sim talvez a primeira grande decisão) eu contei aqui que reaproveitamos alguma mobília da casa e que fomos adquirindo "monos" vários, em segunda mão no OLX. Ora, não é "a minha casa" e como tal não me entusiasma comprar coisas novas que depois podem não se enquadrar com uma casa futura, por isso fomos deixando andar.
A medo lá compramos cama, colchão e uma cabeceira e lá foram cerca de 700€. Tudo anda ali pelo preço da morte, jesus meu pai. Damos por nós a ponderar coisas que ninguém nunca nos preparou para decidir: o que será melhor, molas ou viscoelástica? Latéx, espuma ou ortopédicos? E é aqui que a escola falha ao preparar-nos para saber como se chama uma figura com 12 lados mas não a tomar decisões importantes na vida.

Como vivemos num T1 arrumação não é propriamento o forte do apartamento então compramos um Sommier com arrumação no interior. Finalmente vou ter onde arrumar cenas e coisas que abundam na nossa casa e isso deixa-me entusiasmada, o que é mais ou menos dizer que realmente o tempo está a passar por mim.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Acho que não vos contei

mas... vi a mãe da Maddie quando estive em Londres.
Não sabiamos que no fim-de-semana em que fomos havia a Maratona de Londres e fomos apanhados meio de surpresa, no dia da maratona tivemos que sair mais cedo de casa porque iam cortar a estada ao lado do nosso Airbnb para passar a maratona. Como tinhamos bilhetes para o London Eye e este só abria às 10h atravessamos a ponte e ficamos sentados a olhar para a roda gigante e a ver passar a maratona mesmo atrás de nós, nessa altura ainda só corriam as crianças. 
Sugaditos e tranquilos quando passa à nossa frente a mãe da Maddie, aquele olhar de "sofrimento", aquela expressão que nos ficou gravada na memória foi a mesma com que estava nesse dia, é inconfundível, andou uns metros e voltou para trás e voltou a passar por nós, eu e o meu namorado olhamos um para o outro de imediato. Ia correr a maratona, tinha uma tshirt com o nome e com a causa que ia apoiar.  

Não dá para não pensar no que será que aconteceu aquela criança, não dá para não pensar que aquela pessoa podia eventualmente estar presa, se aquilo tivesse acontecido noutro país, e se aquela mãe saberá de alguma coisa, mas pelo que me parece nunca vamos saber.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Não imaginam o quanto me custa...


O "deixar andar", o " depois logo se vê", o "ainda falta tanto".
O que me custa senhores, ao ponto de querer arrancar cabelo (mais do que o costume).
Eu e o meu namorado somos (muito) diferentes em muitos e vários aspectos e este é um deles.
Se temos renda para pagar eu no dia 28 já estou a fazer a transferência, ele espera até dia 8 à noitinha. Se temos viagens compradas ele espera até à última para resolver transferes, roteiros, tratar do que for necessário. Basta 2 dias antes e com sorte que no dia anterior também chegava bem. Se temos IRS para submeter eu no dia 1 de Maio já tenho as simulações todas feitas, prontas a fazer upload e ele? ele diz que se metermos o IRS dia 1 de Junho também não vinha mal ao mundo e que se pagassemos multa também não era por ai além e esta mania irrita-me tanto, mas TANTO! Consome-me por dentro.
Se há coisas para resolver porque razão deixar tudo para a última? Que ner-vos, mexe com as minhas entranhas porque eu não sou assim e nunca conseguirei ser. 


Errrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrhhhhhh!
Que nervos!                             

domingo, 27 de maio de 2018

Eu e o namorado, hoje, nas bombas de gasolina...

Ele: Depois diz que eu não te levo a sítios caros...


...

terça-feira, 22 de maio de 2018

Globos de Ouro: O drama, o horror, a Inês Castelo Branco



Ainda me lembro de ver esta piquena nos Morangos com Açúcar, assim sem nenhuns favorecimentos ali ao nível do decote e agora cada vez estão maiores. Incrível o que as mamas crescem depois dos 25 anos.


Ai, coitada. Como diz a minha mãe "ninguém diga que está bem". Então assaltaram a senhora mesmo antes de ir para a gala, rasgaram-lhe tudo e deixaram-na provavelmente sozinha e com a lingerie à mostra. Bandidos. Espero que sejam apanhados, não se faz.


A mulher do Agir a tentar alargar as orelhas como o marido. Gosto de casais que têm hobbies em conjunto.


Sónia Tavares no seu tom de pele de quem já morreu há duas décadas atrás e ainda não avisou ninguém.


Não consigo achar a Cláudia interessante. Não consigo, nada, nadinha. Não acho que seja particularmente bonita como a fazem, não acho que seja boa atriz e é péssima apresentadora. Sorry!
E este vestido de cor de cápsula de café gold também não gosto nada.


Aqui há umas semanas andei a tomar uns batidos para emagrecer da cor deste vestido.


Ana Marques no seu habitual "sou eu que comento as mal vestidas, por isso se eu for mal vestida como sempre não faz mal, porque não vão falar mal de mim." 


Que belo vestido, prático e útil aposto que dá para guardar todo o catering ali por debaixo.


Óh Paula, Paula, Paula... Olha o guapo que tens ai ao teu lado, não custava nada te esforçares um bocadinho mais, só um bocadinho, para variar. Va lá, que nós somos pelos casamentos felizes.


Reencarnação da Marilyn se ela tivesse chegado aos 70 anos.
Ai filhas, esse solário/sol seja o que for envelhece horrores. A única coisa que me ocorre é "protetor solar 50+", esta imagem podia bem ser um anúncio de sensibilização com os perigos do sol... Olhem, comigo resultou, fiquei bem mais alerta :s...


É de mim ou este vestido é parecido ao da Bárbara Bandeira (quem?) à filha do outro do Bandeira, que é loiro e canta. Daquela que recebeu um globo mas ninguém sabe muito bem porquê... Ou então sou só eu, que também pode ser... 


Sofia Fernandes no seu engorda 15kgs-emagrece20-engorda10-emagrece15.
Podia aproveitar agora esta fase para um vestidinho melhor... 


Este piqueno à espera que a Sic faça outra série de vampiros e lobisomens para ser chamado para protagonista. 

Não vi o casamento real nem os globos de ouro... shame on me.

Ou então não... que  eu estava no bem bom dos Açores.
Já disse que adoro as ilhas e que sou fascinada pelos Açores e que toda a gente lá devia ir, certo? Que devia ser tão imprescindível como votar, né? Já sabem a minha opinião.
Voltei a São Miguel e apesar do tempo desta vez nos ter pregado uma partida foi bom poder voltar a contemplar aquela natureza no seu estado mais puro.

Contudo, vou ver se consigo dar uma espreitadela na gala da Sic para o nosso tradicional Top dos Globos, que isto não pode ser só passeio. Já volto.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Daquelas coisas que só nos envergonham...

Uma pessoa que pense e que agrida alguém por causa de futebol é, e só pode ser, doente mental. Só pode ser, não há outra explicação, seja do mesmo clube, seja de outro, aquilo que todos vimos é uma vergonha para todos nós. Pensar que estas almas são filhos de alguém, são casados com alguém, são pais de alguém faz-me ter dó da família.

Enfim.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

10 Anos de Blog


Este blog fez 10 anos e eu nem me dei conta.
Quando comecei este blog ainda não havia este trending dos blogs, era uma coisa feita por gosto e não por moda. Lembro-me de ler A pipoca mais doce e de ainda ser um blog de confissões, amores e desamores, um blog despido e cheio de graça, sem patrocínios ou marcas para agradar, o que eu me ria a ler. Estou assim meio saudosista, acho que foi a melhor épocas do blogs, a mais genuína.
Damn. 10 anos. 

Quando comecei a escrever servia às mesas para ganhar uns trocos. Literalmente trocos, 2€ à hora. Andava baralhada no rumo que queria dar à minha vida. Não tinha aquela vocação para coisa nenhuma, mas tinha que decidir o que fazer. E escolhi, assim meio aos atropelos, aos avanços e recuos e, felizmente, correu bem e hoje faço algo que gosto.
A minha opinião vai mudando ao longo do tempo, como a de toda a gente. Há coisas que disse e que hoje já acho absolutamente o contrário. Acho que faz parte do próprio processo de crescimento e amadurecimento. Não levem a mal.

Em jeito de balanço, depois de uma década a minha vida deu uma volta e a maior parte das coisas vão dando certo, não dá para ser tudo, porque a vida é mesmo assim, mas grande parte.

sábado, 28 de abril de 2018

Guia Viagem a Londres (versão Low cost)

Imagem relacionada

Londres é formidável e há tanto para ver de graça! É fácil fazer um guia low cost e ao mesmo tempo inesquecível de Londres.

Viagem
Com as low cost quase não há desculpa. O mais barato são mesmo as viagens! Eu viajei pela Easyjet para Luton, numa promoção de 40€ ida e volta/pessoa. Mais caro dou eu na CP se quiser ir a Lisboa e voltar.

Transferes
Usei a National Express, com antecedência os transferes ficaram a 22 libras, para 2 pessoas ida e volta. Numa viagem direta e cujo autocarro é mesmo na porta do Aeroporto, mais conveniente impossível. Paguei mais eu de taxi por uma só viagem de Campanhã ao Aeroporto do Porto do que lá por duas viagens de ida e volta.

Estadia
Airbnb. A par das low cost a Airbnb têm nos permitido viajar de modo super acessível e com comodidades que não temos num hostel/hotel, como cozinha, frigorífico e facilidades onde tomar o pequeno-almoço e aquecer um take away, por exemplo.
Num preço já acessível, em comparação com o Booking, acreditem que eu comparei todas as hipóteses mais vantajosas e mesmo assim eram bem mais caras, ainda consegui uma redução de 35€ o que ajuda, óh se ajuda, por causa dos links de convite para amigos e família, se precisarem aqui fica o meu e sempre são 35€ de desconto na estadia. Se utilizarem leiam os comentários, vejam as classificações que deram aos proprietários, as fotos, que assim é mais fácil fazer uma aposta que vá de encontro com as vossas expectativas.

Transporte em Londres
Nós escolhemos o autocarro, é mais barato que o metro e temos a oportunidade de ver a cidade! Andamos naqueles de 2 andares e é a experiência mais típica e ao mesmo tempo que nos permite conhecer a cidade de modo mais confortável. Cada viagem custa 1,5 libras até um máximo de 4,5 libras, por dia, onde independentemente do número de viagens não debita mais do que isso. O Oyster é o cartão que permite viajar e custa 5 libras reembolsáveis, que se carrega com valores múltiplos de 5, de acordo com o número de viagens, o dinheiro que sobrar e não for gasto é também ele reembolsável.

Comida
Sainsbury's e Tesco são cadeias baratas de alimentação. A água é muito mais acessível do que em qualquer café e se ficarem num Airbnb com cozinha têm todas as facilidades para comer rápido e barato. Em restauração é naturalmente mais caro. Fora isso Starbucks e Mcdonalds são as opções acessíveis do costume.

Monumentos
Tanto que ver, tanto! E de graça... 
A começar pela Tower Bridge, é fantástica por si só e no seu site dá para ver o horário em que a ponte abre, é uma experiência daquelas em que todos param e nada é mais bonito ou imponente que assistir a esse espetáculo nas margens do Tamisa. 
A St Paul's Cathedral que é fantástica, vale tanto a pena, a entrada é paga mas se forem no horário da missa a entrada é gratuita. Vale mesmo a pena, nem dá para descrever. 
As pontes, icónicas e super diferentes entre si são outra atração, a Millenium Bridge é uma das minhas preferidas e dá para tirar as fotos  emblemáticas, com vista para a St Paul's Cathedral. 
Depois o Tate Modern, museu de arte contemporânea, com entrada gratuita às exposições fixas, onde dá para ver obras de Andy Warhol, por exemplo. 
A par do fantástico Museu de História Natural que é imperdível, para mim sobretudo pela arquitetura, as fotos ficaram qualquer coisa de outro mundo, também ele gratuito. 
A National Gallery também vale a pena, fica na Trafalgar Square que é uma praça super bonita, e pode ver-se Cézanne Velásquez, Leonardo da Vinci, Degas, Monet, Manet e muitas outras. Precisavamos de um dia, se o tivessemos só para contemplar tudo. Mais uma vez gratuito. 
Seguindo-se do Victoria and Albert Museum e o Science Museum, também gratuitos e em caso de terem tempo que valem espreitar. 
Ainda A Abadia de Westminster que dá para contemplar a arquitetura mas também ver por dentro, de forma gratuita, se for em horário de missa ou evensong, cujos horários que dá para ver online no seu site. 
Outra forma de ver a cidade de cima e contemplar toda a arquitetura é subir ao Sky Garden, um jardim no topo de um edifício de 32 andares, com uma vista para toda Londres e para os monumentos mais icónicos de Londres, também de graça! Basta agendar marcação para subir no próprio site. 


Imagem relacionada

Jardins
Tantos e tão bonitos e tão bem cuidados. Vale a pena levar lanche e sentar nos parques, como os verdadeiros londrinos, a aproveitar o sol e a ver os esquilos e as flores. O Hyde Park, o St James Park e o Green Park estão no topo das nossas preferências e aproveitamos as nossas pausas em todos eles.

London Eye e passeio de barco pelo Tamisa
Ora com tanta coisa gratuita sobra para estas duas experiências marcantes de Londres. Se marcarem com tempo pelo site, evitam filas e poupam umas libras. Se comprarem o pack London Eye + Passeio de barco fica ainda mais barato. São 31 libras por pessoa e vale para libra gasta. Comprar entrada apenas no London Eye no próprio dia fica 27 libras, por isso mais vale comprar o pack.

Palácio de Buckingham e a troca da guarda
Todas as segundas, quartas e sextas há a troca da guarda às 11h e é uma das cerimónias mais típicas e bonitas de Londres, assistir é de graça mas é útil chegar cedo porque todas as pessoas querem assistir.

Como dá para perceber há muito que ver, numa cidade maravilhosa e que permite uma viagem fantástica e Low Cost, palavra de forreta.


Resultado de imagem para london

Resultado de imagem para london

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Voltei, voltei de Lá(ondres)

london, Big Ben, and england image

Ora ora ora... amigos adorei Londres. Não sei se gosto mais de Paris, se de Londres mas adorei cada minuto que passei naquela cidade. Senti-me segura! Coisa que nem sempre senti em Paris ou Amesterdão, por exemplo. 
O voo foi cedo, então às 5.50h já estava na CP para apanhar um comboio para o Porto. Como sempre a CP falha-nos nos momentos mais críticos. O comboio começou a atrasar e atrasar e eu a ver a minha vida a andar para trás. Com meia hora de atraso chego ao Porto e deparo-me com a greve no Metro... great! Lá fomos nós de táxi e era se queríamos embarcar.

Chegamos a Luton e apanhamos autocarro da National Express que foi direta ao centro de Londres. Se voltar a precisar de transporte para o aeroporto lá, certamente voltarei a usar.
Depois chegamos ao apartamento Airbnb e voltamos a ter uma boa experiência. Tínhamos cozinha, frigorífico, microondas, secador de cabelo (o que me valeu porque me esqueci do meu alisador, como foi possível?). Poupamos consideravelmente face a um hotel e estávamos a um minuto dos transportes o que foi ideal. Uma amiga nossa ainda nos aconselhou um hostel mais acessível (face a média dos outros hotéis/hostels) mas mais distante da cidade, caso quiséssemos, mas para além disso ficava a 10 minutos a pé do metro e no fundo funcionava como um Airbnb, ou seja também não tinha recepção. Começamos logo a pensar no cenário de ter que andar esse tempo de noite depois de sair do metro, por ruas escuras e escondidas e preferimos logo a nossa primeira escolha, o Airbnb. Foi a aposta certa.

Agora a cidade, ai a cidade... Tem uma vibração diferente e é uma misturada cultural daquelas, os monumentos são de ficar de queixo caído e as pessoas são simpáticas. Pelas nossas contas contas gastamos 400€ (2 pessoas) incluindo viagens, estadia, comida, transferes, London Eye, etc. Assim que conseguir faço o nosso guia de Londres (low cost como sempre).
Nem sempre gosto de repetir sítios onde já fui (uma vez que há tantos outros para conhecer) mas a Londres quero voltar, sem dúvida!

terça-feira, 10 de abril de 2018

Viagens e cenas: Madeira e Londres

Não vos contei mas voltei à Madeira.
Não contava regressar tão cedo mas são coisas do coração... com o meu único irmão, único sobrinho e única cunhada a viver no Funchal decidi levar lá os meus pais.
Reservei os voos pela Easyjet super baratos (30€ ida e volta/pessoa - já vos disse que sou a rainha das pechinchas, não já?) e um apartamento airbnb que tinha vista para o mar e um pôr do sol excelente que permitia jantares com uma vista privilegiada.
Desta vez ficamos 5 dias (o alojamento ficou cerca de 150€ por um apartamento inteiro) e entre passeios no parque de Santa Catarina, jardim botânico, piscinas naturais de Porto Moniz, museu do Ronaldo, passeio de barco para ver golfinhos e baleias, as vistas da ponta de São Lourenço, o skywalk (que ainda não era pago) conhecemos bem mais do que na primeira vez que foi só um fim-de-semana.
A Madeira vale a pena, nem que seja pelo calor, pelo bom tempo! Não custa levantar da cama, o que a mim é o meu tendão de Aquiles cá no continente, as roupas são sempre leves e as vistas são sempre bonitas porque se vê sempre o mar.




Para quem quer fugir ao frio vale muito a pena. Para quem quer ir ver coisas bonitas também.

Um truque que faço sempre ao reservar no Airbnb são os convites que permitem poupar cerca de 35€ o que a mim já me deu para pagar uma viagem de ida e volta à Madeira. Se quiserem 35€ de créditos em viagem, como eu faço, para ter desconto numa próxima viagem que precisem aqui vai o meu link para novas reservas no Airbnb.

Daqui a umas semanas vamos a Londres. O namorado vai dizendo que viu reportagens da crescente violência e dos crimes em londres, ora quem vê a CMTV ou a crónica criminal do Você na TV também fica com a ideia que em Portugal a coisa também não está muito famosa. Em qualquer lado vai haver crimes, violência não dá para evitar. Podemos falar do terrorismo e em como aquele português foi baleado no carro em França, mas e aqueles portugueses que foram baleados no carro em Portugal, pelo Pedro Dias, a caminho do hospital para uma consulta de fertilidade? Às vezes basta estarmos no lugar errado, na hora errada e para isso não é necessário estar só fora do país.
Ultrapassando estas desgraças todas que o meu namorado teme, Londres sempre me fascinou desde miúda, era "o" destino, "o" objetivo desde que me conheço.
Até começar a trabalhar estava fora de questão viajar, mas depois mesmo começando a trabalhar foi um destino que ficou cada vez mais longe com a questão do terrorismo. A par de ter ido a Paris, que era aquele destino que eu achava cliché e que não me fascinava, e ter adorado. A arquitetura, a imponência, a história, que depois disso temo a comparação e espero que o destino com que sempre idealizei não fique a perder.

O tempo vai ser pouco para tudo o que se pode ver em Londres e com os museus gratuitos ainda por cima, mas vamos tentar fazer a gestão para darmos uma espreitadela em tudo. Uma coisa que quero mesmo é andar no London Eye, cumprir aquele sonho de criança que olhava para aquela roda gigante e ficava estarrecida.


Pois bem, a saber... sugestões? Já tenho viagens, transferes e Airbnb reservado, por isso mais coisas que deva saber? Sítios imperdíveis? Passeios de barco, no Tamisa, valem a pena? Contem-me tudo, não me escondam nada.

terça-feira, 27 de março de 2018

A EDP a querer provocar avc's mensais

Aderi à fatura digital da EDP. Todos os meses mandam-me a fatura assim e eu tenho que clicar para abrir o documento e finalmente focar para que eu possa ver a exurbitância que vou pagar.
O pior... o pior está nesta foto desfocada inicial que se vê vários dígitos desfocados no valor a pagar e nos 30 segundos que aquilo demora a abrir ! A aflição que demora aquela espera.
Todos os meses tenho um mini-avc a pensar se aqueles números vão focar realmente e se vou ter que pagar o equivalente ao número de dígitos desfocados. "Oh meu deus, é agora que vou pagar 300€" - Isto sou eu todos os meses.


EDP, isto de assustar as pessoas não é cool.
Ou focam este documento ou ponham só em pdf, não inventem. 

segunda-feira, 26 de março de 2018

Casa de papel - a nova série


Comecei a ver imensas pessoas a publicarem que estavam a ver esta série. Fiquei intrigada mas segui com a minha vida. "Casa de papel" também não me dizia muito e pronto. Ultrapassei a situação.
O namorado começou a dizer que havia uma série que toda a gente do trabalho dele já tinha visto que nós tinhamos que ver e não sei mais o quê... perguntei qual era e ela responde-me "A casa de papel". 

Mauuuu, então mas o que é que se passa aqui? Que sururu todo é este? 
No fim de semana começamos a ver e já levamos praí 7 episódios de 50 min.
O problema é começar a ver e deixar o episódio ir até ao fim, se deixamos... está tudo estragado. Ficamos sempre colados a ver o próximo a ponto de deixarmos de ter vida. Passamos o fim de semana nisto. Olhem que já não ficavamos viciados em séries há algum tempo. 

Então qual é o tema da história? "Oito ladrões fazem reféns e fecham-se dentro da Casa Nacional da Moeda de Espanha para fazer o maior roubo da história, enquanto um génio do crime manipula a polícia para executar o seu plano." 
Eu sou esquisitinha já sabem mas a série é boa porque inclui ação sem que seja necessário cenas explicitas de violência, a certo ponto leva-nos a torcer pelos maus, os maus que não são verdadeiramente maus, são pessoas que simplesmente já não têm nada a perder, as reviravoltas fazem-nos ficar colados, a qualidade das cenas e da realização é sublime, não tem nada a ver com as nossas novelicas, nuestros hermanos fazem parecer que é uma produção norte americana.

Por aqui estamos a gostar e confesso que fico um pouco triste que já tenhamos visto tantos episódios.
Assim significa que já há menos para ver!

#Viciada. 

sexta-feira, 23 de março de 2018

Gostava de gostar de atividade física em geral

Eu gostava e (devia por questões de saúde) ser daquelas pessoas que adora desporto e ginásio e tudo e tudo. Acontece que não. Nunca gostei. Sabem aquela miúda da turma que arranjava todas as desculpas para não fazer a aula? Sou eu. Caimbrãs nas pestanas, indisposições súbitas, o que eu não arranjava para não mexer um mindinho. Tive negativa a educação física, inclusive. Ninguém tira negativa a educação física, né? Pois, sim... eu sou essa pessoa.
Pois que agora o gosto ainda não pegou, se for treinar uma semana seguida a coisa vai, se falho um dia... está tudo estragado, são mais 3 meses sem lá pôr as minhas sapatilhas fushia.
Como tal, ainda não decidi investir em roupa de desporto, daquela mesmo toda coiso e gira e tal. Amigos, eu sou do tempo em que para fazer desporto era uma tshirt da Robbialac ou das eleições legislativas de 2001 e agora deparo-me com todo um dress code, aqueles macacões que é preciso ficarmos nuas para ir a casa de banho em caso de necessidade, aquelas subreposições de tshirts só para se ficar a ver um bocadinho da camisola que é só para fazer pandan com a ponta da sapatilha.

Eu sou aquela que faz "desporto" (subentenda-se 20 minutos de passadeira e 30 minutos sofridos de máquinas) com a tshirt da MTV, do Sudoeste de 2010, que já está quase a mudar de cor. 
Eu gostava de gostar, mas eu devo ser a reencarnação de uma minhoca friorenta que faz todos os possíveis para fugir com o rabinho à elíptica.

terça-feira, 20 de março de 2018

As nossas viagens

Eu marco a viagem. Sempre e de todas as vezes parte de mim. Ele faz ar de frete, como quem diz "pronto, lá está ela a inventar outra vez, não dá para estarmos sossegados, por favor?" verbalizando-o não raras vezes, depois lá concorda comigo mas não deixa de fazer aquele olhar de quem está voluntariamente a ser obrigado. A emoção dele entusiasma. Só que não. 
Passamos esse estado de ânimo inicial, ele refere uma ou outra vez que não vai dar para poupar o que ele gostaria porque temos esta ou aquela viagem e já pagamos o hotel ou coisas que tais, eu faço de conta que não percebi que o que ele realmente quer dizer: que eu é que estou sempre a inventar.
Vamos de viagem e ele adora! Os amigos mandam-lhe roteiros, sítios onde estiveram, ele fica todo contente, leva o cachecol do Desportivo de Chaves para registar momentos e monumentos futebolísticos internacionais. Delira como eu. Sempre que está com os amigos e eles vão de viagem aconselha, sugere, uih, trinta por uma linha. 
Depois voltamos a casa. Passado um tempo a coisa esmorece. Eu volto a ver viagens. Ele faz ar de frete, como que diz "pronto o que está ela a inventar outra vez, não dá para estarmos sossegados por favor?" verbalizando baixinho de vez em quando. [And repeat all over again.]

Every single time.
Haja paciência senhores. Paciência.

Eu, como só eu...

Pois que tive que dar uma palestra.
Nervoso miudinho, a noite anterior sem pregar olho, sabia que ia estar alguém infiltrado para fazer a avaliação da mesma e reportar aos big bosses. 
Sala cheia, eu nervosa, horas de sono em falta . Respira fundo Eva Luna, respira fundo.
Comecei a fazer a chamada pelos inscritos, ainda não tinha chegado toda a gente mas fui começando.
Olho para a plateia e começo: Maria Alice? "Presente". Serafina? "Presente". Cheguei a um nome de um homem e disse em voz alta, "este salto que ainda não há homens na sala"... Pelo que uma voz se insurge e diz: "Estou aqui eu!"
Um homem de cabelo comprido e uns jeitinhos de gaja... que eu efetivamente achei que fosse uma senhora.

Era a pessoa infiltrada.

É possível que a minha avaliação seja excelente!
#Sóquenão

segunda-feira, 5 de março de 2018

Globos de Ouro 2018 - O melhor do pior


A Salma dá-me sempre um ar de Frida Kahlo, mas adiante.
Salma honey, podíamos parar já por aqui... parece-me difícil que haja pior do que isto. 
Faz-me lembrar os vestidos das minhas barbies falsificadas de quando era miúda. Juro.
Tanto potencial. Casada com um CEO riquíssimo. Sempre a mesma desilusão.



Gira que dói esta Margot mas aquelas fitas-árvore-de-natal eram escusadas


Lupita em Miss Bobadela 2018 


Nicole... Nicole... Nicole...
Fez-me lembrar aquelas embalagens de bolo-rainha... mas com um laço.


Estátua da Jane Fonda no Madame Thussaud... Esperem...
Estou a receber indicações... afinal é a verdadeira. Perdão, Jane Fonda no seu Balmaid
#jádeixavasdeoperaracara


"Então mas isto acaba tão tarde? Eu só estou cá de fugida que ainda fiquei de ir dar de comer aos meus animais"


Acho muito bem termos esta homenagem nos Óscares, já era sem tempo.
A Tiffany (quem?) num reinterpretação (em mau) das festas da senhora da agonia.
As jóias não são na cabeça, filha são no pescoço!


Diretamente, não do convento, mas sim do Carnaval da Madeira pois que chega Whoopi Goldberg.
Não sejam maus, que o aeroporto da Madeira tem estado condicionado e a senhora não teve outra oportunidade senão esperar e embarcar com o que tinha.


Quem já não teve uma colcha de cama acetinada, com padrões florais, a condizer com as cortinas do quarto. Eu já! Já as deitamos fora, mas há pessoas que não gostam de deixar estragar nada, o que querem?



Rita Moreno num abajour invertido, perdão num golden black dress.
Umas almofadas a condizer e a sala ficava ótima.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

O fim do mês

Hoje é fim do mês e recebi o meu salário. Senti-me assim:



Depois paguei a renda e as contas... e neste momento estou assim:





E ainda tanto mês pela frente...

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Dramas conjugais, que podem levar a separação:


Ter 20 pares de sapatos e morar num T1, sem arrumação nenhuma.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Dramas domésticos


Tenho uma máquina de lavar nova e fantástica. Só que não. Nova é, fantástica é que nem por isso.
Ela reconhece as minhas melhores roupas e rasga-as na lavagem. A sério, já é a terceira vez que me rasga roupa. Podia ser um pijama, roupa de andar por casa ao domingo na ronha, a do namorado sei lá, mas não, rasga a minha e a melhor. Já me rasgou a minha melhor camisa, o meu melhor blazer e agora uma blusa branca que eu adorava. Fico mesmo triste. Assim fica difícil.

Fico cega. Estou a uma écharpe de a desfazer ao pontapé.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

O glamour do meu dia dos namorados


Comecei a madrugada a vomitar, jantei uma sopa que às 3 da manhã voltou a ver a luz do dia, perdão... da noite. Pelo menos se fosse uns chocolates ou umas francesinhas agora uma sopa? Uma sopa? Não entendo, os deuses bulímicos estão contra mim, só pode.
Não deixei dormir o namorado praí até as 5 da manhã, senão mais. É sempre um bom começo. 
Hoje, de manhã, em jeito de celebração refinada e glamorosa ofereci-lhe... uns chinelos de quarto, txarããã! Que por acaso lhe são pequenos e que vão para trocar.
Como tenho um estômago sensivelzinho, se calhar não é boa ideia me meter em jantares pesados, uma vez que a memória desta noite está ainda muito recente, o que inviabilizará provavelmente o típico jantar fora.

Vantagens:
Não vamos pagar o dobro por um menu só por dizer "lombinhos apaixonados".
Vai dar o Porto.
Vou estar com o namorado. Que está comigo sempre e que me vai preparar mezinhas caseiras durante a madrugada, mesmo sem eu pedir, o que no fundo me diz bem mais do que pagar um jantar caro ou umas flores que vão morrer em alguns dias.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

[As redes sociais]

As redes sociais são apenas uma faceta das nossas vidas. Normalmente a melhor, mostra as viagens, os restaurante, os outfits, as prendas, os namorados, os carros, os brunches.
É por isso que sigo as redes sociais mas gosto de blogs. Gosto de blogs em que se mostra as coisas boas mas também se desabafa, se mostra as fraquezas.
A vida não é bem aquele glamour do instagram onde só está o que nos favorece. Preocupa-me que a nova geração cresça com esta pressão de mostrar quais as vidas mais perfeitas, quando sabemos que isso não existe.


Sapatilhas brancas


Como já sabem sou um bocado avessa às modas que fazem toda a gente andar de "igual" mas uma coisa que gosto são sapatilhas brancas. Tenho 2 pares e são confortáveis, práticas, ficam bem com quase tudo. Definitivamente, para mim, vieram para ficar.

Flickr Images